quinta-feira, maio 23, 2024
HomeNoticiasEx-BBB decide contar tudo sobre sua vida e por que decidiu entrar...

Ex-BBB decide contar tudo sobre sua vida e por que decidiu entrar em campanha política

Detalhes pessoais nunca revelados antes: Letícia Santiago torna público os abusos sofridos por Miguel Corrêa, enquanto casados, o que a motivou entrar na carreira política

 

A ex-BBB e influenciadora digital Letícia Santiago vai às redes sociais revelar tudo o que viveu em um relacionamento abusivo de anos e por que decidiu entrar em campanha política como candidata a deputada estadual por Minas Gerais em defesa da mulher que sofre abusos de seus parceiros. A ex-BBB, que se considera uma mulher forte e bem resolvida, expõe que viveu violência doméstica e levou um calote de 400 mil reais do seu ex-marido Miguel Corrêa, ex-deputado federal por Minas Gerais, diante de diversos pedidos de empréstimos nunca pagos por ele até então. “Miguel me pedia dinheiro emprestado, falava que ia pagar daqui duas semanas, inclusive com juros, mas não pagava. Continuava me pedindo dinheiro emprestado, mas nunca me devolvia. Hoje, junto com meus filhos (que também são de Miguel Corrêa), estamos para ser despejados da casa onde moramos”, anuncia Letícia. Ela ainda conta que o ex-marido, que não mora mais no local, cortou internet, Netflix, tirou eletrodomésticos como a televisão, levou o carro, o quadriciclo das crianças e até o salário da empregada que cuida da casa e dos filhos não é mais pago – o que antes sempre era pago, de acordo com Letícia. “Hoje não tenho nada”, resume.

 

“Eu fui vítima de violência moral, psicológica e patrimonial.”

 

Moral porque, conforme relato, está sendo difamada por ser intitulada como interesseira, que só pensa em dinheiro, sendo que foi ela que emprestou uma grande quantia ao acusador – e até hoje não a reaveu. Psicológica porque foi manipulada emocionalmente até se afastar de todos à sua volta. “O agressor começa a afastar a vítima dos amigos e familiares, criando empecilhos, provocando discussões, levando um contra o outro. Eu vivi isso. O agressor isola a vítima, ela fica sem referência. Ou seja, a referência, na verdade, é só o agressor. Eu me sentia continuamente errada e fui manipulada a confiar apenas nele. Esse tipo de pessoa é extremamente habilidosa para persuadir. Engana-se que a pessoa tem de ter cara de mau, de bandido para fazer maldades. Ela parece sempre ser gente boa mesma”, confessa a ex-BBB. Violência patrimonial porque os 400 mil reais que juntou até 2015 foram emprestados, mas não devolvidos por Miguel. “Eu juntava tudo que ganhava com meus trabalhos e parcerias. Sempre fui comedida financeiramente. Pensava em garantir essa minha poupança unicamente para dar uma vida melhor aos meus filhos”, acrescenta. Diante desse cenário, um terapeuta a ajudou a mostrar que estava em um típico relacionamento abusivo. “Miguel me convenceu que eu estava emocionalmente doente, mas depois entendi que quem me adoecia era ele.” Letícia ainda diz que tentou fazer terapia de casal, salvar o casamento, mas tudo em vão. Ela salienta até que perdeu oportunidades de outros trabalhos, projetos e ganhos financeiros pelas renúncias que fez pelo ex-marido.

 

“Hoje eu sou uma pessoa indignada quando alguém me destrata.”

 

A famosa conta que viveu e vive na pele o que muita mulher vive. “Hoje eu confirmo por mim mesma que isso não é mimimi, frescura ou chatisse de mulher. É uma dura realidade. Por isso, também me indigno quando as outras pessoas que amo são igualmente desrespeitadas, vítimas de abusos, sejam quais forem.” A influencer lembra que passou por uma crise alérgica na pele e indica que pode ter sido um gatilho emocional pela situação que vive atualmente. “O corpo fala. O emocional reflete no nosso organismo e as enfermidades físicas aparecem. Mas estão sendo superadas.”

 

Candidata a deputada estadual por MG

 

Em campanha política, Letícia quer transformar a sua embaraçosa experiência matrimonial em oportunidade de lutar por melhores condições, principalmente às mulheres. “Por essas minhas andanças pelas Minas Gerais, vejo o quanto as mulheres estão se unindo, se conscientizando. Quero me juntar a esses propósitos e fortalecer o meio feminino. Quero incentivar, apoiar, acolher mulheres que têm passado pela mesma situação que eu vivo. Mais do que isso, quero conseguir mais direitos e recursos pela causa feminina. As mulheres precisam ser apadrinhadas de verdade, porque carecem de maior olhar feminismo na política.” Para a candidata, a saída de um abuso matrimonial está intimamente relacionada ao empreendedorismo, à liberdade financeira. “A mulher precisa ter oportunidade de sair dessas relações abusivas. De não depender financeiramente de homens tóxicos. Precisam ser livres para escolherem sair quando quiserem. Que não irão padecer financeiramente na separação. Portanto, na minha visão, como vamos continuar elegendo homens para proteger mulheres? Não quero causar briga dos sexos, mas homens não passam pelo que as mulheres passam,” desabafa.

 

Fonte: Letícia Santiago é candidata a Deputada Estadual pelo PDT. Seu número é 12012. Formada em Direito, ela já participou de reality shows como o Big Brother Brasil e Troca de Esposas. Acompanhem as propostas pelo perfil no Instagram: @le_santiago.

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments