sábado, maio 18, 2024
HomeGastronomiaUaimií volta com a sua visita à fábrica na fazenda

Uaimií volta com a sua visita à fábrica na fazenda

Edição Porco e Cerveja está imperdível

Está marcada para o próximo dia 18 de maio, sábado, a partir das 11 horas, a visita feita pela Uaimií em sua fábrica na fazenda, localizada em Itabirito. Trata-se de uma viagem deliciosa, regada a boas cervejas, boas comidas e, ao mesmo tempo, as pessoas podem conhecer de perto a fábrica e o processo de fabricação e produção das cervejas.

A 4ª edição será Porco e Cerveja, com música ao vivo por conta da banda Velaios, apresentando os clássicos do rock. O evento é open food e open chopp, e tem duração de 6 horas de festa. Os ingressos já podem ser adquiridos pelo Sympla. Há opções de ingressos com transporte de ida e volta e ingressos sem transporte, para aqueles que quiserem ir de carro. A fazenda fica localizada na região da Estrada Real, próxima a Itabirito. Pertinho de BH! A festa é imperdível.

Serviço: Visita à fábrica da Uaimií

Fábrica da Uamií Cervejaria de Fazenda – Estrada de Capanema, Km 9 s/n – Sítio Ventura, Distrito de Acuruí

Data: 18 de maio

Horário: 11h às 17h

Os ingressos custam R$300,00 com transporte e R$250,00 sem transporte

Link Sympla: www.sympla.com.br/uaimii

Horário de saída do brew-pub Uaimií: 9h45 (para quem for de transporte – Rua Grão Mogol, 1176)

Contato: (31) 99830-7466

Sobre a Uaimií

Fundada em 2014 pelo proprietário e cervejeiro Normando Campos, a Uaimií tem construído sua história como uma marca mineira bem-sucedida. Uaimií significa “nascente do Rio das Velhas”, em tupi-guarani. A fazenda onde está localizada a cervejaria fica na Estrada Real, entre Itabirito e Ouro Preto, e suas cervejas são uma homenagem à bacia do Rio das Velhas. “Antes de abrir a fábrica, estudei e viajei muito com meus pais para podermos ter certeza do que queríamos e como queríamos. Ter uma fábrica de fazenda, com raízes fortes, foi o que nos motivou”, fala Normando.

Assim, Uaimii é o nome da primeira cerveja de fazenda produzida. Depois vieram as outras, todas com uma história por trás. Por exemplo: a primeira linha é baseada em personagens históricos, já a segunda remete à fauna e à flora da bacia do Rio das Velhas. “Todo rótulo tem uma alusão ao lugar onde estamos inseridos”, comenta Normando.

Atualmente, são produzidos e envasados sete tipos de cervejas e chopes nobres, integralmente preparados com ingredientes nacionais e importados, finos e selecionados: Dortmunder Export, American Pale Ale, Dry Stout, Witbier, Bière de Garde, IPA e Helles Bock. A Saint Hilaire, que é a Bière de Garde (uma cerveja estilo Ale de fazendas do norte da França, com alta fermentação) e a Chico Rei (Dry Stout) já foram premiadas no Festival Brasileiro da Cerveja.

A fábrica tem também uma questão socioambiental muito forte. A energia é produzida lá mesmo, através do reaproveitamento da água e do reaproveitamento do bagaço para adubo, minimizando os impactos no meio ambiente. Com capacidade para até 22 mil litros, a cervejaria prevê um aumento da fábrica.

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments