terça-feira, maio 21, 2024
HomeNoticiasTrabalhar na Europa é um sonho mais próximo

Trabalhar na Europa é um sonho mais próximo

Advogado Paulo Victor Freire, sócio do escritório Paulo Victor Freire,
especializado em direito internacional

O sonho de viver legalmente na Europa é algo que chama a atenção de cidadãos de diversas partes do mundo. Qualidade de vida, remuneração em Euros ou Libras e a oportunidade de ter acesso a culturas de vários países são algumas das motivações para quem se imagina vivendo em lugares como Portugal, Reino Unido, Espanha, França, Alemanha e Itália.

Esse desejo não é recente. Pelo contrário, a Europa tem um histórico de convívio com imigrantes que atravessa os séculos. E isso perdura até os dias atuais. Não apenas nos noticiários como também nas estatísticas. Em 2021, dados da Comissão Europeia mostram que desembarcaram nos países da União Europeia mais de 2,2 milhões de pessoas.

Os brasileiros compõem parte considerável dos fluxos migratórios em direção ao Velho Continente. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, havia cerca de 1,36 milhão de pessoas vivendo em alguma nação europeia em 2021. A que mais recebe brasileiros é Portugal, onde estão cerca de 275 mil residentes que deixaram o Brasil, seguida por Reino Unido (220 mil), Espanha (163 mil), Itália (162 mil) e Alemanha (139 mil).

Se a comunidade brasileira no exterior é consideravelmente grande, há boas chances de crescer ainda mais. O mercado europeu mantém-se aberto a mão de obra estrangeira, pelo menos em relação a alguns serviços que não são absorvidos pela população nativa. Um relatório produzido pela Autoridade Europeia do Trabalho (Eures) aponta que há vagas de emprego que tiveram grande dificuldade de serem preenchidas em 2022. É a deixa para brasileiros que querem recomeçar a vida.

As campeãs de escassez de empregados foram as de pedreiro e outras funções relacionadas ao setor de construção civil. Em seguida, estão as vagas para carpinteiros e marceneiros, motoristas de carretas e caminhões e operadores e montadores de máquinas-ferramenta. Além destas, a lista mostra também que há espaço para encanadores, eletricistas, soldadores, instaladores de piso, cozinheiros e mecânicos.
Engana-se quem pense que as ofertas são apenas para funções que exigem baixa escolaridade. O mercado europeu mostra-se acessível também para profissionais de enfermagem, desenvolvedores de software, médicos gerais e especialistas. Por outro lado, alerta a Eures, há um excedente de profissionais de design gráfico, vendedores de lojas, decoradores e jornalistas. Para estes, há uma tendência de o mercado permanecer fechado. Pelo menos por enquanto.

É inegável que brasileiros capazes de ocupar as funções escassas têm chances maiores de conseguir um visto para trabalhar na Europa. Mas é essencial que esse procedimento seja realizado pelas vias adequadas, através de um escritório especializado em direito internacional. A tentativa por meios ilegais não apenas pode levar o candidato a perder a chance como ainda complicar qualquer possibilidade eventual de entrar no país, mesmo que para turismo.

Tomada a decisão correta de buscar os meios legais, é bastante válido investir em networking. Pesquisar bastante e manter contato com empresas que recrutam trabalhadores legalmente para atuar no mercado pode ser um meio de garantir uma carta de admissão, por exemplo. Embora isso ainda não seja a confirmação do visto de trabalho, é um documento válido no processo de legalização.

Outro ponto importante a esclarecer é que as regras para a emissão do visto variam de um país para outro, e isso sugere que o candidato se prepare para oferecer ao menos o domínio básico da língua oficial do lugar para onde deseja ir. Ter uma ficha limpa de antecedentes criminais e de tentativas de emigração ilegal também são fundamentais nesse processo. Por isso, o sonho de trabalhar na Europa é possível, mas deve começar pelo que você é capaz de oferecer. A começar pelo seu histórico.

Dr.Paulo Victor – Foto: Jefferson Eduardo.

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments