segunda-feira, fevereiro 26, 2024
HomeNoticiasCulturaExposição "O céu nos seus olhos", em cartaz no Sesc Palladium, promove...

Exposição “O céu nos seus olhos”, em cartaz no Sesc Palladium, promove oficinas abertas ao público

Está em cartaz no Sesc Palladium a exposição “O céu nos seus olhos”, que tem curadoria de Flaviana Lasan e produção da Pública. A mostra coletiva reúne os artistas Dri Sant’ana, Glicéria Tupinambá, Tiago Gualberto e Shima que apresentam obras produzidas em estúdio e também criadas especialmente para o espaço.

Nos dias 7 e 8/10 acontecem também no Sesc Palladium oficinas com os artistas Dri Santana e Shima. As inscrições podem ser feitas pelo Sympla.

 

Oficina construção de silhuetas, dança e movimento (07/10) – DRI SANTANA

Muzenza na nação Angola ou Yawô na nação Ketu, são os iniciados na religião do Candomblé. Se apresentam com suas vestes brancas, seus corpos curvados para

frente e cabeças baixas em gesto de respeito aos mais velhos. Os traços se transformaram em gestos através de desenhos com caneta branca sobreapel cartão e ganharam o ar através da dança traduzida nos tecidos, conectando-os do Orun ao Ayê.

Neste trabalho há uma brincadeira do branco com o preto, onde a ausência de um preenche o espaço, sugerindo marcas e desenhos vistos na forma e contraforma do

trabalho. Podemos imaginar e criar outras imagens a partir dessa técnica. Nesta oficina trabalharemos com a primeira técnica desenvolvida para a criação da obra Muzenza

Yawô, através do recorte e construção das imagens com cores e contrastes, criaremos formas que dançam e ocupam o lugar no espaço.

 

Participantes: até 25 pessoas

Classificação: a partir de 07 anos (crianças menores podem participar

acompanhadas dos responsáveis)

Duração: 02 horas

Materiais: Papel fantasia cores sortidas, cartolinas, lápis grafite, lápis de cor, borracha, tesoura, cola, canetas hidrocor e giz de cera

Inscrição: https://www.sympla.com.br/evento/oficina-de-silhueta-danca-e-movimento-com-dri-santana/2145701

 

Oficina Dobras e Desenhos (08/10)  -SHIMA

Nesta oficina vamos abordar a técnica de Origami, que é estruturada em dois tipos de dobra: Montanha e Vale. Construindo e desconstruindo modelos clássicos desta técnica de dobradura japonesa, analisaremos as estruturas geométricas gravadas por suas dobras, revelando a técnica das obras “Entre Montanhas e Vales: Geometria do Vôo”, presentes na mostra.

Participantes: 15 pessoas (duas turmas)

Classificação: Livre

Duração: 1 horas e 30 minutos

Materiais: papel A3 branco, 100 folhas (canson ou cartolina), canetinha hidrocor ou marcador (2 caixas)

Inscrição: https://www.sympla.com.br/evento/oficina-de-origami-e-desenhos-com-shima/2145719

 

Sobre a exposição

A exposição apresenta artistas de diferentes cosmovisões e com individualidades que transcrevem uma contra hegemonia, convidando o público a reconhecer outras constelações. A curadora da exposição, para sistematizar/simular uma acessibilidade cultural, apresenta em “O céu nos seus olhos” uma maneira de pensar os infinitos modos de vida, trazendo a condição de constelação. “Este agrupamento de estrelas difere em formas a partir de quem as vê. O céu está presente todo tempo. É sobre o ato de observar e absorver, mesmo ignorando-o, esteve e estará sempre lá”, reflete Flaviana Lasan.

Os trabalhos dos quatro artistas dialogam entre si e com essa constelação. Glicéria Tupinambá (BA) traz a obra “O céu tupinambá – o caminho da anta”, instalação site specific que representa a visão Tupinambá sobre o céu. O que é possível aprender com o céu? “Quando criança eu ouvia dizer que os encantados vinham pelo ramo das estrelas e que era necessário olhar para o céu para saber se ia chover, quanto tempo a chuva ia durar. Então para tudo isso os mais velhos mandam olhar para o céu. Eu não entendia… Eu olhava as estrelas e não entendia que elas diminuem o brilho e aquele diminuir do brilho delas simboliza que ia chover. Quando eu consegui entender que as estrelas tinham essa ligação com o nosso território e com nossos saberes, eu resolvi retomar esse conhecimento. Porque é importante não só retomar o nome, mas a função que elas tem.”, conta Glicéria Tupinambá.

Dri Sant’ana (MG) apresenta a obra “A dança – Muzenza/ Iawô”. A artista aborda especificamente temas relacionados à religiosidade afro-brasileira, e grande parte dos conceitos religiosos tem como elemento o céu. Na exposição, a artista imagina uma constelação dos corpos a partir da condição de quem dança na umbanda/candomblé, tal qual identificando que o corpo brilha ao se expressar. “Assim como a dança da Muzenza/Yawô para que a divindade chegue e permita a iniciação de um filho”, diz a artista. O trabalho apresentado é traçado em algodão cru referenciando os tecidos usados nas religiões de matriz africana.

Tiago Gualberto (MG) exibe as obras “Dots”, 2014; “3-3-3-3-7”, 2013 e “Árvore do Esquecimento”, 2012. Aqui a constelação é vista a partir do projeto da racialidade. Afinal, socialmente, os grupos racializados se agrupam para um levante de tomada dos espaços. As imagens que Tiago traz envolvem, nesse sentido, a própria técnica como aparato imagético de uma leitura cosmológica: constelação é feita de linhas  e pontos.

Shima (MG) apresenta um desdobramento da sua série “Entre Montanhas e Vales: Geometria do Vôo” Trazendo a narrativa japonesa e principalmente a popular utilização de origamis na concepção de aviões. A obra de Shima aborda aquilo que passa pelo céu, não só na construção de aviões, mas a ligação do termo voo no sentido de alcance desse espaço. Acessar o céu é possível somente pelo vôo?

A exposição “O céu nos seus olhos” tem produção da Pública, agência de arte mineira especializada em projetos de arte pública e que está na idealização de alguns importantes festivais de Minas Gerais como o CURA e a Festa da Luz. A exposição faz parte do programa Sesc Desvios do Sesc Palladium.

 

Serviço:

“O céu nos seus olhos”

Local: Sesc Palladium

Av. Augusto de Lima, 420. Centro.

Período da exposição: 08/08 a 19/10

 

Ficha técnica:

Curadoria: Flaviana Lasan

Artistas: Dri Sant’ana, Glicéria Tupinambá, Tiago Gualberto e Shima

Coordenação de montagem e execução expográfica: Débora Tavares e Denismar do Nascimento

Produção executiva: Lola Peroni

Identidade visual: Paulo Mendonça
Consultoria e montagem de luz: Regelles Queiroz

Realização: Sesc Palladium e Pública

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments