terça-feira, abril 16, 2024
HomeBrasilTelerradiologia: ferramenta que ajuda a salvar vidas em hospitais

Telerradiologia: ferramenta que ajuda a salvar vidas em hospitais

Fundada em Belo Horizonte, a VX Medical Innovation orienta a realização de serviços de imagem e emite laudos em até 2 horas

A tecnologia revolucionou processos de trabalho em vários segmentos e na medicina não é diferente. A telerradiologia veio para possibilitar que mesmo hospitais distantes dos grandes centros urbanos tenham acesso a laudos de urgência em um prazo de até 2 horas. Com isso, pacientes de qualquer parte do país conseguem a interpretação de diferentes especialidades médicas, ampliando o atendimento à saúde por meio do diagnóstico virtual. Mesmo na capital mineira, a alta demanda pode sobrecarregar o setor de radiologia – que nem sempre funciona em tempo integral – e demorar para emitir o laudo de exames de imagem, por maior que seja a infraestrutura de equipamentos médicos.

É o caso do Hospital Evangélico de Belo Horizonte, que passou a encaminhar as imagens dos exames para a VX Medical Innovation para a emissão remota de laudos. Com o serviço direcionado, o paciente também tem acesso aos resultados com facilidade em plataforma própria. “A partir da VX, passamos a ter disponibilidade de radiologia 24 horas por dia e isso permite decisões serem tomadas em qualquer horário do dia. E além disso, nós temos nos casos que geram dúvida, a disponibilidade de discussão com o radiologista que emitiu o laudo. Tivemos de cara um aumento do número de exames realizados pelo nosso setor” diz o diretor Técnico da unidade, Dr. Gabriel do Carmo.

Diagnóstico rápido e preciso
O Acidente Vascular Cerebral, conhecido pela sigla AVC, é a segunda principal causa de mortes no Brasil, segundo o Ministério da Saúde. Na doença, o socorro rápido e o diagnóstico preciso ajudam a evitar que o paciente tenha sequelas assim como diminuem a taxa de mortalidade, que chega a 6 milhões ao ano. “O AVC pode ser classificado como isquêmico ou hemorrágico. Para identificar o tipo de AVC, o primeiro passo dos médicos costuma ser a tomografia computadorizada. O resultado conduz a equipe médica na tomada de decisões, aumentando as chances de salvar o paciente. Na VX damos prioridade a este tipo de quadro clínico, liberando o laudo em até 20 minutos”, explica Frederico Braga, médico radiologista e fundador da VX. Hoje a VX está presente em 150 hospitais, espalhados por mais 82 cidades e em 17 estados brasileiros, entre eles Minas Gerais, Rio de Janeiro, Roraima, Ceará e Rio Grande do Sul. Atualmente, a empresa emite laudos de mais de 50 mil pacientes.

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments