quinta-feira, maio 23, 2024
HomeNoticiasEstadoSetembro Amarelo: Rede Santa Marcelina promove ações de apoio psicológico

Setembro Amarelo: Rede Santa Marcelina promove ações de apoio psicológico

É exemplo de iniciativa da rede o Programa “Fique Bem”, que tem como objetivo levar apoio psicológico aos colaboradores, neste mês também será ministrada pela psicóloga Karina Fukumitsu uma palestra online para ensinar aos pais como dialogar com os filhos sobre ansiedade, depressão e processos autodestrutivos.

Neste mês começou a campanha Setembro Amarelo, organizada pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Conselho Federal de Medicina, com o objetivo de alertar sobre a prevenção ao suicídio. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de um milhão de pessoas tiram a própria vida ao redor do mundo todos os anos e, no Brasil, o suicídio é considerado a quarta maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos.

Observando a gravidade deste cenário, a Rede Santa Marcelina, instituição educacional que alia a tradição de gerações à inovação presente em uma proposta educacional disruptiva, vem promovendo, desde 2020, iniciativas com foco em saúde mental.

Uma das primeiras iniciativas é o Programa “Fique Bem”, criado durante a pandemia, com o objetivo de fornecer apoio psicológico aos colaboradores. Outras ações da rede incluem a promoção de encontros, tanto para capacitar a equipe que lida na linha de frente atendendo estudantes e famílias, levantando indagações sobre “Como se falar sobre questões psicológicas adolescentes?” ou “Como tratar o assunto com a família?”, quanto para ensinar aos pais como dialogar sobre ansiedade, depressão e processos autodestrutivos com os filhos. De acordo com a Enfermeira do Trabalho, Nathalie Racz Dias, as iniciativas só reforçam o papel das instituições de ensino em fornecer suporte psicológico aos colaboradores.

Projeto “Fique Bem”

 

Em 2020, logo nos primeiros meses da pandemia de Covid-19, a instituição percebeu a necessidade em apoiar emocionalmente seus colaboradores. Por isso, firmou uma parceria com o grupo Mast – Gestão Integrada de Saúde, para a criação do projeto “Fique Bem”. “No panorama em que o mundo se encontrava, era mais do que necessário criar uma iniciativa para apoiar nossos colaboradores na hora de lidar com situações de grandes mudanças. Com o decorrer do tempo, percebemos como esta ação contribuiu positivamente no dia a dia de cada membro da instituição”, conta Nathalie.

Para assegurar que os funcionários continuem recebendo esse acompanhamento, atualmente, a Rede Santa Marcelina oferece sessões de acolhimento psicoterapêutico, em que são disponibilizadas 10 sessões, 100% gratuitas, aos inscritos, com duração de 1 hora, em formato virtual, via plataforma Teams. As consultas são realizadas pelo psicanalista clínico, formado pelo Centro de Psicanálise illumen, Marco Paulo Chaves.

“Considero que o Programa Fique Bem foi uma das melhores iniciativas realizada pela instituição, pois acredito que, com a chegada da pandemia, os sentimentos de insegurança, medo e incerteza atingiram a todos nós. Inicialmente, participei de todas as ações dos programas ofertadas nos âmbitos físico, emocional e espiritual. Depois, demos continuidade ao aspecto emocional em grupo e, em seguida, individual, com a psicóloga Alina, profissional competente que soube conduzir com maestria nossas inquietações” conta a vice-diretora pedagógica da Obra Social Centro do Menor, Aidil Medeiros, que participou do Programa Fique Bem.

Para fazer parte dos encontros, o colaborador interessado deve se inscrever por meio de um formulário na página #fiquebem, desenvolvida especialmente para facilitar o acesso dos funcionários da rede. “Já foram mais de 300 sessões promovidas e temos mais 7 colaboradores inscritos. Diante de tantas mudanças ocorridas por conta da pandemia, estamos fazendo nossa parte como comunidade escolar para oferecer o apoio psicológico necessário aos nossos colaboradores, uma vez que queremos apoiar quem tanto ajuda nossas crianças e jovens”, finaliza Nathalie.

Sobre a Rede Santa Marcelina

O Instituto Internacional das Irmãs de Santa Marcelina foi fundado em 1838 por Monsenhor Luigi Biraghi, com o auxílio de Marina Videmari, em Milão, na Itália. Dedicada à educação, à saúde e à assistência social, a Congregação difundiu-se globalmente a partir da instituição de colégios, hospitais e obras sociais. 

Atualmente, presente em 8 países, espalhados por 3 continentes, e em 17 municípios e 9 estados brasileiros, incluindo São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Tocantins, o Instituto segue com a missão de levar adiante, com empenho e entusiasmo, a educação, a formação, a cura e a construção do ser humano íntegro e da sociedade. Tudo isto alinhado à uma metodologia inovadora de aprendizagem, alinhada às principais tendências do mercado educacional.

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments