quinta-feira, junho 20, 2024
HomeNoticiasCidadePor um novo significado do Espaço Público – O direito à cidade...

Por um novo significado do Espaço Público – O direito à cidade para todos

Mesmo tendo seu espaço próprio, a Kolping Vila Belém sempre incentivou seus parceiros e participantes de seus projetos a realizar ações em equipamentos públicos do bairro e da região, como o Cevae/Coqueiros, por exemplo. Esse incentivo se deve ao fato que a diretoria da entidade acredita que o espaço, para ser público, precisa ser conquistado pelas pessoas. Conquistar significa ocupar. E essa ocupação (ou apropriação), além de dar um novo significado aos locais, cria uma relação de pertencimento, aproxima as pessoas e estabelece novas propostas de uso e exploração desses espaços, especialmente pelas crianças.
Sempre incentivei os blocos de Carnaval, apoiados pela entidade, a ensaiar no Cevae/Coqueiros, Já realizamos oficinas de grafite no local e, junto com o Projeto de Atendimento ao Idoso (PAI), já realizamos pic nic no local.  Não podemos abandonar o espaço público.  Precisamos resignificar o espaço público. E o novo significado de “público” passa pelo uso que as pessoas podem dar a determinado espaço”, explica Elson Santana, coordenador da Kolping Minas Gerais e voluntário da Kolping Vila Belém.
Ele completa ainda afirmando que a administração municipal tem responsabilidades, como garantir segurança, iluminação e infraestrutura. Mas quem determina o uso dos espaços são as pessoas”, completa.
Quem concorda com Elson Santana nesta reflexão é Isabel Goes Cuppertino, coordenadora do Cevae/Coqueiros, que ressalta a importância dessa ocupação no sentimento de apropriação das pessoas. O Cevae atua ativamente com parceiros, como o Centro de Saúde, Igrejas, escolas e entidades diversas. “Os espaços públicos, como o Cevae, têm papel determinante na sociedade urbana, pois são o locais de encontros, relações, convívio e trocas entre os mais diversos grupos que compõem a comunidade. Portanto, a existência e qualidade destes está diretamente relacionada a uma cultura agregadora e compartilhada entre os cidadãos.”, explica.
O local está reformulado. A antiga Casa Azul agora é um espaço com salas multiuso, varandas, banheiros com acessibilidade, academia a céu aberto e parque infantil. A unidade foi cercada com tela de alambrado para que o local tenha visibilidade, sem comprometer a segurança e privacidade dos usuários. “O uso de espaços públicos de qualidade, como meio social e recreativo, tem vindo a crescer gradualmente nos últimos tempos. Estes ambientes são oportunos principalmente para fortalecer laços de solidariedade, convivência e socialização entre os indivíduos”,
Ela cita vários benefícios que a sociedade pode ter ao utilizar espaços públicos, entre eles, manutenção da economia local; atração de investimentos e turismo, incentivo do voluntariado, redução do crime, aumento da segurança de pedestres e do uso de transporte público, melhora da saúde pública e conservação do meio ambiente.

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments