Home Agência Grupo Conteúdo Belo Horizonte Palestrante, chef de cozinha e especialista em expansão de negócios, Carla Elage...

Palestrante, chef de cozinha e especialista em expansão de negócios, Carla Elage explica como usar os conceitos da  “hard” e “soft skills”

0
43

Palestrante, chef de cozinha e especialista em expansão de negócios, Carla Elage explica como usar os conceitos da  “hard” e “soft skills”

No cenário atual, o desenvolvimento pessoal e profissional é essencial para criar ambientes de trabalho mais saudáveis e produtivos. Dessa forma, é importante aprender a equilibrar competências técnicas e comportamentais para alcançar o sucesso e a satisfação no ambiente de trabalho.

De acordo com Carla Elage, palestrante, chef de cozinha, especialista em expansão e gestão de negócios, e founder da startup Ela Lider 360, os termos “hard skills” e “soft skills” são frequentemente utilizados, mas representam conceitos diferentes. “As hard skills são as habilidades técnicas diretamente ligadas à área de atuação de um profissional. Elas são fundamentais para o desempenho das funções profissionais. Por exemplo, um chef de cozinha precisa conhecer desde a gestão de estoque até a elaboração e finalização dos pratos, explica.

Por outro lado, as soft skills referem-se às competências comportamentais. “Essas habilidades estão ligadas ao nosso comportamento e atitudes e são percebidas no convívio diário, sem comprovações formais como certificações”, esclarece a especialista.

No contexto de um chef de cozinha, por exemplo, soft skills influenciam a maneira como ele se relaciona com sua equipe, oferece feedbacks, gere seu tempo e resolve conflitos.

Impacto no Ambiente de Trabalho

A criação de um ambiente de trabalho positivo e profissional depende do equilíbrio entre hard e soft skills. “Nada impede um chef de preparar um bom almoço, mas as soft skills são cruciais para criar um ambiente de trabalho saudável. Quanto melhor o ambiente, maior o rendimento individual, o que resulta em uma empresa mais humanizada, com melhores resultados. Investir em soft skills é uma estratégia eficaz para fomentar ambientes de trabalho positivos, impactando diretamente nos níveis de motivação e engajamento”, destaca Carla Elage.

Liderança, empatia e comunicação eficiente são competências essenciais para uma boa gestão de pessoas. “Muitas empresas cometem o erro de promover colaboradores apenas com base em suas habilidades técnicas, sem considerar seu perfil comportamental. Isso pode levar a um ambiente de trabalho tenso e estressante, com impacto negativo nos resultados.” completa.

No entanto, as soft skills sozinhas não são suficientes. Pessoas motivadas e empáticas precisam desenvolver competências técnicas para trilhar uma carreira profissional bem-sucedida. A hard e soft skills são complementares.

O desenvolvimento pessoal e profissional é uma jornada contínua que exige um equilíbrio entre competências técnicas e comportamentais. Ambos são necessários para formar um profissional completo e capaz de contribuir positivamente para o ambiente de trabalho. Empresas que investem em desenvolver essas habilidades em seus colaboradores tendem a ter equipes mais engajadas, motivadas e produtivas.

Fonte: Carla Elage, Fonoaudióloga e Chef de cozinha de formação. Palestrante, Empresária, expert em reestruturação e expansão de negócios de gastronomia. MBA em gestão de negócios e Formação em ESG pela StartSe University e pela Nova Business School – Portugal, Founder da StartUp Ela Lider 360 que é acelerada pelo Founder Institute desde 2023.

Foto: Acervo Pessoal | Divulgação

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here