quinta-feira, junho 20, 2024
HomeNoticiasEstadoCemig e TJMG fecham contrato no Mercado Livre de Energia, no ambiente...

Cemig e TJMG fecham contrato no Mercado Livre de Energia, no ambiente varejista, que trará economia de R$ 20 milhões à instituição

Clientes ligados em alta e média tensão, inclusive do setor público, também podem ter redução considerável na fatura de energia

A solidez da maior comercializadora do país, que garante o fornecimento de energia limpa e renovável com descontos expressivos na fatura de energia, irá agora beneficiar o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Com uma proposta de fornecimento de energia que apresenta diversas vantagens, a Cemig participou e venceu da licitação da instituição para o atendimento ao tribunal na modalidade varejista do Ambiente de Contratação Livre (ACL). O acordo vai fornecer energia limpa e renovável para 27 unidades consumidoras do TJMG, localizadas em diversas cidades do estado, gerando uma economia de mais de R$ 20 milhões.

O contrato foi firmado na última quarta-feira (17/4) na sede da instituição, com a participação do presidente da Cemig, Reynaldo Passanezi Filho, e dos vice-presidentes de Comercialização, Dimas Costa, e Jurídica, Cristiana Fortini. Pelo TJMG, estiveram presentes na cerimônia de assinatura o presidente do Tribunal, desembargador José Arthur de Carvalho Pereira Filho, o primeiro vice-presidente, desembargador Alberto Vilas Boas Vieira de Sousa, e o segundo vice-presidente, desembargador Renato Luís Dresch, dentre outras autoridades do tribunal.

A proposta vencedora da Cemig prevê que, durante a vigência do contrato, todas as unidades do TJMG migrem gradualmente, passando de 0,03 para 2,48 megawatts médios (MWm) até a fase final do acordo. Para o presidente Reynaldo Passanezi Filho, o contrato com o tribunal no segmento varejista do ACL demonstra a solidez da companhia no mercado livre de energia e representa um passo importante para prospectar ainda mais clientes do poder público em Minas Gerais e em outros estados do país.

“Trata-se de um cliente estratégico, pela sua natureza institucional como órgão da Administração Pública direta do estado de Minas Gerais. O TJMG é uma referência jurídica da mais alta importância em todo o país e, por isso, também uma excelente parceria no portfólio de clientes da companhia no ACL. Conquistar os clientes do Mercado Livre de Energia no Estado, é nosso compromisso”, explicou o executivo.

Investimento com foco em Minas

Reynaldo Passanezi Filho também destaca que a Cemig está focada em Minas Gerais e realizando o maior plano de investimento da sua história, com a destinação de mais de R$ 35 bilhões no estado. Com esses recursos, estão sendo entregues 200 novas subestações e realizadas obras estruturantes que irão dar ainda mais confiabilidade ao sistema elétrico da companhia.

“A Cemig está comprometida em melhorar o atendimento dos seus clientes e esse investimento recorde trará inúmeros benefícios para a população mineira. Desta forma, é inspirador ver a companhia assumir seu papel de indutora do desenvolvimento no estado”, salientou.

O presidente do TJMG ressaltou a importância da assinatura do contrato, ocorrido poucos meses após a abertura do Mercado Livre de Energia, em janeiro de 2024, a todas as empresas conectadas em média e alta tensão. “De maneira pioneira, o tribunal investe na aquisição de energia sustentável, o que vai gerar economia e eficiência ao Judiciário, ao mesmo tempo em que atende aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). Mais do que consumir energia limpa, também, com o projeto temos a expectativa de uma economia de, no mínimo, R$ 20 milhões”, afirmou.

Recentemente, a Cemig também celebrou contratos no Mercado Livre de Energia, segmento varejista, com grandes empresas de diversos setores, dentre eles entidades do setor público, transportadoras, supermercadistas, restaurantes, instituições de ensino, dentre outros.

Entenda o que é o Ambiente de Contratação Livre

O ACL oferece ao cliente a liberdade de escolher o fornecedor de energia, permitindo a aquisição do produto a preços mais baixos do que no Ambiente de Contratação Regulada (ACR), também conhecido como mercado cativo. Permite também a rastreabilidade da energia adquirida, por meio de Certificados de Energia Renovável. Dessa forma, os clientes do Mercado Livre de Energia têm a opção de receber energia limpa, renovável e rastreável das comercializadoras de energia.

A ampliação atual do Mercado Livre de Energia é decorrente da Portaria 50/2022, do Ministério de Minas e Energia (MME). Essa Portaria definiu que, a partir de janeiro de 2024, todos os consumidores do Grupo A, ou seja, aqueles ligados em média ou alta tensão, estarão aptos à aquisição de energia elétrica no Ambiente de Contratação Livre (ACL), independentemente do volume de energia demandado.

Assim, mais de 100 mil unidades consumidoras do país – de supermercados a shopping centers e indústrias de pequeno porte, passando até por condomínios – podem ser representados por agente varejista perante a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). Esse modelo já está consolidado em vários mercados de energia em todo o mundo e, entre eles, destacam-se os Estados Unidos, Japão, Alemanha, Coreia do Sul, Reino Unido e França.

Desde a flexibilização dos critérios de acesso ao Mercado Livre de Energia, a Cemig já conquistou 1,4 mil clientes no ambiente varejista. Ao todo, a empresa lidera o segmento da livre comercialização de energia, possuindo cerca de 15% de participação em todo Brasil.

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments