sábado, maio 18, 2024
HomeEntretenimentoArmatrux apresenta o espetáculo Thácht - Com novas cenas e textos -...

Armatrux apresenta o espetáculo Thácht – Com novas cenas e textos – Dirição de Eidi Ribeiro

Tragicomédia musical dirigida por Eid Ribeiro, vencedora do prêmio Sinparc de Melhor Ator, a peça cumpre curta temporada nos dias 20, 21 e 22 de outubro, no Teatro Marília.

 

Fotos: https://drive.google.com/drive/folders/12L6I4hud5errtvc-I3A0RaL0nA7EKoCr

Vídeos: https://www.youtube.com/watch?v=ujq7cO-CjXw https://www.youtube.com/watch?v=ujq7cO-CjXw

 

 

No dia 20 de outubro, sexta-feira, o Grupo Armatrux volta aos palcos da capital com o espetáculo Thácht. A tragicomédia musical, dirigida por Eid Ribeiro, combina em cena o teatro de imagens da companhia com o antigo teatro de variedades – em que artistas do cinema mudo, como Chaplin, Buster Keaton e os Irmãos Marx, iniciaram carreira. A trilha sonora é executada ao vivo pelos atores, em piano, violino e canto. A peça fica em cartaz somente até 22 de outubro, sexta e sábado, às 20h, e domingo, às 19h, no Teatro Marília. Ingressos a R$30 e R$15 (meia) na bilheteria do Teatro, duas horas antes da sessão, ou pelo Sympla. Classificação indicativa: 12 anosDuração: 55 minutos.

Este espetáculo conta com o apoio cultural da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, possui patrocínio do Instituto Cultural Vale, por meio dos benefícios da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e realização do Grupo Armatrux, do Ministério da Cultura e do Governo Federal – união e reconstrução.

Mais um trabalho do Armatrux que sela a parceria com o artista Eid Ribeiro, Thácht teve sua estreia em 2014. Mesmo durante a pandemia, em 2021, se manteve em circulação com apresentações por Ipatinga, e no ano seguinte em Nova Lima, Tiradentes, Pirapora e, mais recentemente, em Belo Horizonte. Agora, volta novamente aos palcos da capital. Segundo o ator Rogério Araújo, de lá para cá, a peça sofreu ajustes na dramaturgia e encenação. “A essência, história, enredo, estética, poética, jogo de palavras e imagem, seguem os mesmos. Ganhamos em dinâmica e ritmo. Depois de tanto tempo fazendo, Eid achou que valia a pena nos provocar em cena e remexer no material para manter o jogo vivo e pulsante. Cortou cenas e inseriu novos textos e imagens”, conta.

Durante o espetáculo, o público assiste a fragmentos da vida de Rafa e Rufo, artistas de variedades, que vivem de suas recordações. Com humor ácido, os dois cômicos – interpretados por Rogério Araújo e Cristiano Araújo – desenvolvem um diálogo absurdo, que instiga o imaginário do espectador e utiliza de forma única a musicalidade nas palavras. Conversas sobre médicos e outros elementos da condição humana inerentes à velhice se misturam a vagas lembranças do picadeiro.

O espetáculo conta com a participação da curiosa presença de uma mulher de um atirador de facas e da diva transformista e cantora Siboneyque nesta temporada, é representada pela atriz convidada Dolly Piercing. “Além de atuar, Dolly é referência na cena mineira como Drag Cantora, uma das pioneiras no gêneroNo palco, vive a diva que entra no imaginário de Rafa e Rufo”, explica Rogério. A atriz Tina Dias também está no elenco de “Thácht” como a Velha Boquélia, personagem fundamental na trama de “No Pirex”, outro espetáculo da trupe em dobradinha com Eid Ribeiro. “Thácht experimenta novos caminhos na trajetória do grupo, dando seguimento à pesquisa que começamos em ‘No Pirex'”, comenta Tina.

O resultado é uma cena que flerta com o expressionismo, o “preto e branco” e o imagético. Para Eid, o texto de “Thácht” é uma experimentação de linguagens que amplia sua vivência no âmbito da música. “O diálogo, às vezes surreal, às vezes absurdo, provoca uma musicalidade única nas palavras”, conclui.

 

SINOPSE

Com execução de trilha ao vivo em piano, violino e voz, e muito humor, “Thácht” aborda fragmentos da vida de Rafa e Rufo, artistas de variedades que vivem de suas recordações. Os dois cômicos desenvolvem um diálogo absurdo, usando de forma única a musicalidade nas palavras e instigando o imaginário do espectador. Conversas sobre médicos e outros elementos da condição humana inerentes à velhice se misturam a vagas lembranças do picadeiro. O espetáculo conta também com a participação da diva transformista Siboney, uma cantora que ganha vida a partir das memórias da dupla e da curiosa presença de uma mulher de um atirador de facas.

FICHA TÉCNICA

Direção e dramaturgia: Eid Ribeiro

Assistência de direção: Eduardo Machado

Elenco: Cristiano Araújo, Rogério Araújo, Dolly Piercing e Tina Dias

Cenários e bonecos: Eduardo Félix

Criação gráfica: Eduardo Félix

Figurinos: Marney Heittman

Direção musical: Walner Lucas

Preparação vocal: Marina Machado

Professor de piano: Walner Lucas

Professora de Violino: Kenya Barroso Ribeiro

Trilha sonora: Eid Ribeiro

Design de luz: Edimar Pinto

Assessoria de maquiagem e maquiagem Siboney: Xisto Lopes

Direção de produção: Tina Dias

Produção executiva: Bruna Bof

Costureira: Maria Vieira

Direção técnica: Cristiano Araújo, Eduardo Machado e Rogério Araújo

Direção administrativa Financeira: Paula Manata e Raquel Pedras

Coord. de comunicação, redes sociais e ass. de imprensa: Rizoma Comunicação e Arte

Fotografia: Bruno Magalhães/ Nitro

Realização: Grupo de Teatro Armatrux

GRUPO ARMATRUX

Criado em 1991, o Grupo Armatrux, vem ao longo desse caminho investindo em pesquisa teatral. Formado pelos atores Paula Manata, Tina Dias, Raquel Pedras, Cristiano Araújo e Rogério Araújo, sempre buscou a inovação em seus espetáculos que apresentam, em cena, uma marca diversa e singular. O teatro físico, a música, o circo, o objeto, a dança e o boneco sempre fizeram parte da sua investigação cênica, resultando, assim, na criação de uma dramaturgia poética e imagética, bem original.

São 22 espetáculos, além de 3 curtas metragens e 1 exposição interativa. O Armatrux já se apresentou em vários países, em todas as regiões brasileiras e em mais de 60 cidades do interior de Minas Gerais, totalizando um público de mais 600 mil pessoas em suas apresentações e oficinas, voltadas para o público adulto e infantil.

SERVIÇO

Espetáculo Thácht do Grupo Armatrux volta a BH

20, 21 e 22 de outubro de 2023

Sexta e sábado – 20h | Domingo 19h

Teatro Marília (Av. Alfredo Balena, 586 – Santa Efigênia)

Ingressos a R$30 e R$15 (meia)

Na bilheteria do teatro ou pelo Sympla: https://site.bileto.sympla.com.br/teatromarilia/

Mais informações: instagram @grupoarmatrux

 

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments