domingo, junho 23, 2024
HomeEntretenimento27/4 - Groove do Cruv chega ao Festival Só Amor

27/4 – Groove do Cruv chega ao Festival Só Amor

Desenvolvido por Cruvinel em parceria com o Música aos Montes, projeto é um espaço artístico aberto e coletivo

O Groove do Cruv é uma das atrações do Festival Só Amor, que acontece dia 27 de abril, na Faculdade Milton Campos, e ainda conta com Maneva, Armandinho, Big Up e Banda Pipa. O show liderado pelo artista mineiro Cruvinel, desenvolvido em parceria com o selo Música aos Montes, traz ao palco novos nomes de Belo Horizonte que vem refrescando o cenário musical mineiro. Os ingressos do evento já estão em terceiro lote e podem ser adquiridos na plataforma Sympla.

 

Na edição no Festival Só Amor, os convidados de Cruvinel são parceiros e amigos, que, em maioria, dividem a experiência de integrar o Música aos Montes: Flor Grassi, Túlio Dayrell, Davi Leão, Cebola e Dan Gentil, todos do selo, além de Pêtra, do Aporta Records (outra iniciativa do MaM), Fi Barreto e Juliano Rosa, da Banda Daparte. No palco: Cebola, no baixo; Lucas Godoy, na bateria; Dan Oliveira, na guitarra; Nanni, na percussão; Bernardo Moreira, no teclado; e Cruvinel, na voz e no violão, compõem a banda.

 

O Groove do Cruv é um projeto itinerante, que quinzenalmente vem lotando o Buteco D’Avenidinha, bar do Santa Efigênia, levando a atmosfera que compõe o disco de Cruvinel, “Absorvendo Tudo”, lançado em 2023. Além das canções que compõem o trabalho, o repertório traz clássicos do samba e da MPB, que inspiraram a produção.

 

“O Groove do Cruv se tornou um espaço para eu apresentar minhas músicas, das pessoas me conhecerem, conhecerem não só o que eu escrevo, o que a gente produz lá no MaM, mas também as referências que fizeram minhas autorais acontecerem. A pessoa que cola no Groove do Cruvi entende quem que eu sou, sabe?”, comenta Cruvinel.

 

O show é sempre recheado de surpresas, com convidados subindo ao palco para agregar na levada dançante, alegre e solar que contagia o público. Já participaram nomes já renomados como Samuel Rosa, Wilson Lopes (diretor musical de Milton Nascimento), Beto Lopes, Juarez Moreira e artistas do movimento Música aos Montes, como Flor Grassi, Túlio Dayrell, Juliano Rosa e Davi Leão.

 

O conceito do projeto partiu da própria personalidade de Cruvinel, um artista carismático, que conquista o público facilmente, assim como conquista parceiros musicais por onde anda. O show possui esse caráter aberto, descontraído e coletivo. O Groove do Cruv não é um projeto individual, tornou-se um espaço de encontros e trocas, entre artistas e público.

 

“Muitos artistas abraçaram o projeto, desde o início. As pessoas chegam de forma descontraída, a gente teve até o Samuel Rosa, que foi e quis fazer música com a gente. Fez uma, duas, quatro, cinco.. O rolê caminhou para esse lado de uma confraternização de pessoas que trabalham na mesma profissão, que é a música. Muita galera cola domingo para chegar lá e conversar com a gente, trocar, dar uma canja… Então o festival também é uma parada que não é um rolê só meu, sabe? É um rolê da galera que está cantando ali comigo, da banda, do Música aos Montes, de geral” finaliza Cruvinel.

 

SOBRE O MÚSICA AOS MONTES

O MaM é liderado por dois músicos residentes da capital mineira: Carol Figueiredo e Dan Oliveira, que unem as expertises em produção executiva e musical, respectivamente. O Música aos Montes foi criado em 2015, como estúdio e produtora. Em 2021, a dupla constituiu o selo musical. Desde o início, o trabalho do Música aos Montes, acumula mais de 42 milhões de plays, entre produções e distribuições.

Localizado entre os mares de morros da cidade de Belo Horizonte, mais que um selo, o MaM é um espaço de trocas musicais, em que os artistas colaboram entre si, compõem juntos, participando do trabalho um dos outros, como uma rede artística. Além do técnico, faz um acompanhamento cuidadoso, que auxilia os músicos a encontrarem o que possuem de mais precioso e consolidarem uma identidade forte e única.

 

SOBRE CRUVINEL

Nascido no triângulo mineiro, na cidade de Ituiutaba, Cruvinel mudou-se para Belo Horizonte muito cedo em sua vida e desenvolveu uma relação íntima com a capital. Cria do circuito boêmio da cidade, cultiva fortes trocas com a cultura local.

O violão de nylon na primeira cena, muito bem tocado, junto ao timbre suave e marcante da voz ritmada, conquistaram o público belorizontino. Tocou em grandes palcos como os festivais A Ilha e Summertimes e, mesmo com poucos lançamentos, já possui grande base de fãs.

Em 2020, quando a trajetória do artista se uniu ao selo Música aos Montes, juntos, lançaram o single “Ainda Espero”, que já na primeira semana atingiu o primeiro lugar no Viral BH, e hoje ultrapassa 500 mil plays. Atualmente, o artista possui mais de 1 milhão de streams no Spotify e mais de 30 mil ouvintes mensais. Em 2023, lançou o álbum “Absorvendo Tudo”. O carisma do compositor está no groove dançante, que tem influências do samba ao rap, além de uma grande reverência ao Brasil 70.

 

SERVIÇO

Festival Só Amor

Data: 27 de abril

Horário: a partir das 14h

Local: Faculdade Milton Campos

Rua Senador Milton Campos, 202

Vila da Serra – Nova Lima (MG)

 

Ingressos: Sympla 

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments