domingo, junho 16, 2024
HomeNoticiasEmpresasTemperaturas em queda em Minas Gerais aumentam riscos de doenças oculares

Temperaturas em queda em Minas Gerais aumentam riscos de doenças oculares

Especialistas alertam para o risco elevado de síndrome do olho seco e conjuntivite

À medida que uma massa de ar frio se espalha por Minas Gerais, baixando as temperaturas em diversas cidades mineiras, oftalmologistas alertam para um possível crescimento nos casos de doenças oculares exacerbadas pelo frio. As condições mais comumente afetadas são a síndrome do olho seco e a conjuntivite, ambas propensas a se agravarem com a queda das temperaturas e a redução da umidade do ar.

Daniella Nazih Danif, médica especialista da Oftalmologia no Hospital Felício Rocho, destaca que o uso contínuo de ar-condicionado ou aquecedores, bem como a exposição direta ao vento, podem ressecar o ambiente e acelerar a evaporação das lágrimas. “Usuários de lentes de contato, por exemplo, podem notar um desconforto acentuado, o que muitas vezes aumenta a necessidade de usar lágrimas artificiais. Em alguns casos, isso pode até levar a uma intolerância ao uso prolongado das lentes.”

Para combater os sintomas do olho seco, a especialista sugere medidas práticas: “É essencial aumentar a ingestão de água para auxiliar na hidratação geral do corpo, o que pode aliviar os sintomas do olho seco. Incluir alimentos ricos em ômega 3 na dieta, como linhaça e castanhas, também é muito benéfico.” Além disso, Danif recomenda que, em certas situações, a suplementação com vitaminas específicas, prescritas por oftalmologistas para incrementar a ingestão de ômega 3 e ômega 6, pode ser necessária para a saúde ocular.

Maria Fernanda Vianna, oftalmologista e especialista em córnea na mesma instituição, alerta sobre o aumento do uso de aquecedores durante o frio, que podem espalhar alérgenos como poeira e pelos de animais, exacerbando a conjuntivite alérgica. “É muito importante limpar os filtros dos aquecedores para minimizar a exposição a esses alérgenos,” enfatiza. Vianna também ressalta a importância de evitar objetos que acumulem poeira, como cortinas, tapetes e bichos de pelúcia, que podem intensificar as reações alérgicas.

Já com relação à prevenção da conjuntivite infecciosa, que se torna mais prevalente no inverno devido ao aumento do tempo em ambientes fechados, Vianna recomenda: “Mantenha uma higiene das mãos rigorosa e evite o compartilhamento de produtos de beleza, como rímel e delineadores, práticas cruciais para minimizar o risco de infecções.”

Diante desses riscos, os médicos aconselham a população a não descuidar da saúde ocular e procurar assistência médica ao primeiro sinal de desconforto ou irritação. “Manter os olhos saudáveis no inverno requer medidas preventivas simples, mas essenciais,” conclui Vianna. Com o cuidado adequado, é possível mitigar os efeitos do frio sobre a saúde ocular.

Sobre Oftalmologia Felício Rocho:

A Oftalmologia Felício Rocho é uma instituição especializada em oftalmologia, parceira do Hospital Felício Rocho. Comprometida com a excelência em cuidados visuais, oferecemos um leque completo de serviços, desde consultas detalhadas até exames oftalmológicos avançados, empregando as mais recentes tecnologias para garantir diagnósticos precisos e tratamentos eficazes. Nossa equipe é formada por profissionais altamente qualificados e dedicados, reconhecidos pela competência em diagnósticos, tratamentos e cirurgias oculares.

 

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments