sexta-feira, abril 19, 2024
HomeNoticiasCulturaProjeto “Estamos por detrás do Muro” dos artistas Celso Moretti e W...

Projeto “Estamos por detrás do Muro” dos artistas Celso Moretti e W Mota continua no dia 13/08, na Casa do Beco

O projeto “Estamos por detrás do Muro” promove o diálogo entre Celso Moretti, cantor, compositor e pioneiro do reggae em Minas Gerais, e W Mota, artista visual cujo trabalho é marcado por referências de matriz africana. Após a apresentação realizada no Centro Cultural São Geraldo, em junho, o trabalho será apresentado na Casa do Beco (av. Arthur Bernardes, 3876 – Santa Lúcia), no dia 13 de agosto, das 10h às 13h. O projeto prossegue ainda no dia 21/08, no Centro Cultural Lagoa do Nado (R. Min. Hermenegildo de Barros, 904 – Itapoã) também das 10 às 13h. O acesso é gratuito.

Encontros e processos

Os dois artistas de linguagens distintas se encontram em uma apresentação intimista que tem como objetivo compartilhar com o público os processos criativos de ambos. A proposta traz a instalação Giras Caixas,  de W Mota e pocket show de Celso Moretti, com seu “Reggae Favela”, seguido de uma roda de conversa na qual os dois artistas discutem e abrem seus caminhos de criação, reduzindo a distância imaginada entre público e criadores, numa perspectiva de proximidade e interação direta com quem recebe os seus trabalhos. Ambos moradores da cidade de Betim, os artistas têm em comum o fato de retratarem a periferia e a negritude em suas obras,com pontos de vistas que se complementam.

 

Este projeto é realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte.

 

Outras perspectivas, novos olhares

A partir de suas trajetórias os artistas começaram a se questionar sobre o que é “Estar por detrás do muro” e como esse processo de produzir arte fora dos holofotes também pode ser provocador e mobilizador. “É um espaço de acolhimentos para indivíduos que estão neste mesmo lugar em toda a estrutura da sociedade”, aponta Celso Moretti. “Refletir neste processo é contribuir para o rompimento de pensamentos eugenistas, que selecionam o que deve estar no mainstream de forma exclusiva e inferioriza alguns tipos de manifestações artísticas, baseando-se nos termos estéticos e artísticos euro centrados”, conclui W Mota.

Sobre Celso Moretti

Celso Moretti pioneiro do reggae em Minas Gerais, um dos mais antigos nomes do reggae do Brasil, traz consigo uma linguagem e trejeitos “favelísticos” das décadas de 60 e 70, período que marcou profundamente a sua vida e trajetória musical, criando o Reggae Favela e tornando-se a maior referência do gênero no estado.  Seus trabalhos, produzidos de forma independente, apontam as desigualdades sociais vividas nas favelas.

 

Sobre W Mota

W Mota desenvolve trabalhos que têm como principal referência as marcas e símbolos de matrizes africanas. Através de instalações, pinturas, objetos, intervenções urbanas e vídeos experimentais, o artista ressalta elementos que compõem e traduzem expressões afro-brasileiras. Sua instalação Gira Caixas foi apresentada em espaços como o Museu Inhotim, Memorial Minas Gerais Vale e 1º Salão de Artes Visuais de Navegantes.

 

Serviço

Estamos Por detrás do Muro – com Celso Moretti e W Mota

Casa do Beco (v. Arthur Bernardes, 3876 – Santa Lúcia), dia 13 de agosto, das 10h às 13h.

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments