domingo, julho 14, 2024
HomeNoticiasCulturaPROJETA capacita novos artistas de Belo Horizonte e transforma o Centro de...

PROJETA capacita novos artistas de Belo Horizonte e transforma o Centro de Referência das Culturas Urbanas (Baixio do Viaduto Santa Tereza) em uma galeria de arte projetada

A iniciativa funde fotografia, poesia, design e dança e integra diversas artes às tecnologias de projeção de luz. As obras artísticas, criadas por mais de 50 alunos durantes as oficinas, serão apresentadas em um evento de projeções audiovisuais, nos dias 15 e 16 de junho, aberto ao público.

Criar redes, ampliar visibilidades, gerar oportunidades e expandir conhecimentos. Esse é objetivo do PROJETA, nova ação cultural em Belo Horizonte que integra diversas artes às tecnologias de projeção de luz e imagem, oferecendo oportunidades para artistas emergentes, especialmente das periferias. Ao promover o encontro da força criativa com a tecnologia por meio de ações formativas, a iniciativa acredita no potencial talento de novos artistas como motor para o desenvolvimento de novas linguagens e técnicas, impulsionando a economia criativa, gerando empregos e promovendo um impacto social e cultural positivo.

Durante o mês de maio, seis oficinas nas áreas de Fotografia, Poesia, Design, Dança e Audiovisual proporcionaram um intercâmbio de conhecimentos entre professores e alunos, capacitando técnica e artisticamente os participantes. As aulas aconteceram nos Centros Culturais São Geraldo, Padre Eustáquio, Santa Rita, Urucuia, Usina e no Centro de Referência da Dança, todos equipamentos da Prefeitura de Belo Horizonte, localizados nas regionais Barreiro, Centro-Sul, Leste, Nordeste e Noroeste da cidade. No total, mais de 50 novos artistas foram certificados pelos seus trabalhos que serão exibidos em projeções audiovisuais nos dias 15 e 16 de junho, sábado e domingo, das 19h às 22h, no Baixio do Viaduto Santa Tereza, espaço que passa por uma transformação para ser o Centro de Referência das Culturas Urbanas.  A ação irá iluminar o espaço com as obras dos alunos, que serão reproduzidas em sete telas de tamanhos variados. Além da exposição projetada das obras de arte, haverá apresentações de DJ e VJ, batalha de MCs, entre outras atrações.

As oficinas realizadas pelos alunos do PROJETA (Fotografia; Poesia e Design; e Corpo e Imagem) correspondem aos três eixos temáticos da programação formativa. Durante as atividades, os participantes tiveram a oportunidade de trocar experiências com professores experientes, colaborando entre si e criando obras individuais e coletivas que serão exibidas no evento de projeção. “O PROJETA é uma verdadeira sala de aula, para que novos artistas possam desenvolver suas habilidades no audiovisual e aprender a trabalhar com a técnica de luz e imagem. Prezamos pela construção coletiva que estimule as trocas, o conhecimento e, sobretudo, a visibilidade, para que novos talentos possam exibir suas obras. Agora, o público poderá ver ao vivo o resultado deste trabalho de capacitação coletiva, que visa gerar oportunidades e contribuir para a economia criativa da nossa cidade, um dos maiores polos criativos do Brasil” detalha Cris Azzi, cineasta mineiro e coordenador do PROJETA.

 

A galeria do PROJETA também contará com uma tela para a exibição de imagens geradas pelo público, por meio de uma ativação de inteligência artificial. Dessa forma, tanto os artistas que assinam as obras criadas durantes as oficinas quanto os visitantes estarão envolvidos no processo criativo das projeções no Centro de Referência das Culturas Urbanas (Baixio do Viaduto Santa Tereza). “O uso da inteligência artificial propõe a reflexão sobre as possibilidades da tecnologia quando esta se alia a ação humana e ao sensível, ampliando as possibilidades criativas e oportunidades para novos negócios. Esta ação vai ao encontro da proposta do PROJETA, que busca a capacitação pela construção coletiva”, explica Cris Azzi.

“No Brasil, a economia criativa é responsável por 3,11% do PIB e emprega cerca de 7,5 milhões de pessoas nas mais de 130 mil empresas formalizadas, segundo dados do Ministério da Cultura*. A cultura gera conhecimento, educação, emprego e renda. É um bem imprescindível para o desenvolvimento do país. E iniciativas como o PROJETA, de capacitação técnica, são essenciais para a cadeia da indústria criativa”, afirma Solanda Steckelberg, fundadora do Instituto Vivas, organização privada, sem fins lucrativos, que realiza o PROJETA e atua na promoção da Economia Criativa e na capacitação profissional das pessoas, por meio da arte, da cultura, do social, da saúde e do esporte.

O PROJETA conta com o patrocínio da Cemig, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, e tem a parceria da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Fundação Municipal de Cultura, através do Circuito Municipal de Cultura e do Instituto Odeon, realização do Instituto Vivas e do Governo de Minas Gerais-Governo Diferente, Estado Eficiente.

Cemig: a energia da cultura

A Cemig é a maior incentivadora de cultura em Minas Gerais e uma das maiores do país. Ao longo dos seus 70 anos de fundação, a empresa investe e apoia as expressões artísticas existentes no estado, por meio das leis de dedução fiscal estadual e federal, de maneira a abraçar a cultura de Minas Gerais em toda a sua diversidade. Além de fortalecer e potencializar as diferentes formas de produção artística e cultural no estado, a Cemig se apresenta, também, como uma das grandes responsáveis por atuar na preservação do patrimônio material e imaterial, da memória e da identidade do povo mineiro. Os projetos incentivados pela Cemig objetivam chegar nas diferentes regiões do estado, beneficiando um maior número de pessoas e promovendo a democratização do acesso às práticas culturais. Assim, incentivar e impulsionar o crescimento do setor cultural em Minas Gerais reflete e reforça o compromisso e o posicionamento da Cemig em transformar vidas com a nossa energia.

Circuito Municipal de Cultura

O Circuito Municipal de Cultura, projeto da Prefeitura de Belo Horizonte, tem como objetivo promover a descentralização e a democratização do acesso a uma ampla programação artístico-cultural, atendendo a todas as regionais da cidade, valorizando e fomentando a produção cultural local. Desde seu lançamento, em dezembro de 2019, o Circuito Municipal de Cultura já realizou 628 apresentações nos espaços públicos das nove regionais da cidade, alcançando um público de mais de 700 mil pessoas, e contou com a participação de mais de 3.700 trabalhadores, entre artistas, mestres da cultura popular, produtores e técnicos.

Instituto Vivas

O Instituto Vivas é uma organização privada, sem fins lucrativos, que atua na promoção da Economia Criativa e na capacitação profissional das pessoas, por meio da arte, da cultura, do social, da saúde e do esporte. Sua identidade é marcada pela integração dessas áreas, realizando projetos transformadores e que se complementam no propósito de desenvolvimento individual e comunitário.

 

SERVIÇO

PROJETA – Evento de projeções audiovisuais

Data: 15 e 16 de junho de 2024, sábado e domingo

Horário: 19h às 22h

Local: Centro de Referência das Culturas Urbanas (Baixio do Viaduto Santa Tereza) – Belo Horizonte/MG

Mais informações: (31) 99785 7876; linktr.ee/projeta_arte e site portalbelohorizonte.com.br/circuitomunicipaldecultura

Acompanhe as redes sociais: instagram.com/projeta.artetiktok.com/@projeta.arte

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments