quarta-feira, junho 12, 2024
HomeNoticiasEmpresasObjetos e História - nova exposição n' O Ateliê de Cerâmica

Objetos e História – nova exposição n’ O Ateliê de Cerâmica

Os cacos da vida, colados, formam uma estranha xícara.

Sem uso,

ela nos espia do aparador.

Carlos Drummond de Andrade. Lição de coisas.

Não é sempre que a funcionalidade define o valor do objeto. Aqui lidamos com um material capaz de carregar impressões de seu tempo por milhares de anos, como tesouro. Vasos chineses do séc. XV produzidos em massa foram, ao longo dos anos, esvaziados de sua utilidade e transfigurados em emblemas históricos, objetos de arte. Em São Gotardo, onde nasceu Flávia Soares, desenterrou-se um vaso cerimonial duplo com idade estimada de 1500 anos. Este nosso próximo recorte expográfico ensaia novas histórias com objetos contemporâneos.

O Ateliê de Cerâmica não se restringe à produção de objetos utilitários, muito do que nos propomos a fabricar não cumpre necessariamente a máxima modernista da “forma e função”. Entretanto, mora nesse universo das coisas úteis uma oportunidade irresistível de fazer contato com o cotidiano das pessoas. Propor novas conformações da mesa de refeições compartilhadas, sugerir gestos inusitados ao executar tarefas comuns, tornar notáveis objetos banais. Qualquer movimento para trazer atenção aos detalhes ou provocar novos olhares é um grande feito para um objeto, capaz de gerar novas histórias.

A segunda exposição na galeria d’O Ateliê cria mesas reais ou ficcionais para alimentar o vocabulário dos usos e das formas de usar.

(Texto de Daniel Romeiro)

 

Sobre O Ateliê de Cerâmica

O Ateliê de Cerâmica, de Flávia Soares, Luiza Soares e Daniel Romeiro, ganhou fama nacional com trabalhos que transitam entre a arte e o design, intencionalmente borrando o limite entre os dois. “Antes de uma marca de cerâmica artesanal, somos um estúdio de design” fala Flávia Soares. “Somos um coletivo criativo que tem a cerâmica como linguagem essencial. Encontramos nesse material – e nos processos que envolvem a sua fabricação – um campo fértil para explorarmos talentos individuais que se complementam em um projeto compartilhado” completa.

Esse projeto é um negócio de design de objetos mas também pode ser descrito como o desejo de oferecer à comunidade produtos de ofício legítimos, produzidos com o peso e responsabilidade que o processo artesanal demanda.  Até o começo do ano, todas as atividades aconteciam em uma charmosa casa em Contagem. Do processo criativo à queima, passando pela loja e eventos diversos. Desde junho, a loja ocupa a nova casa.

Por lá, acontece a apresentação de projetos individuais e coletivos em formato de galeria. “Também remodelamos a apresentação das cerâmicas utilitárias para comunicar mais diretamente o nível de sofisticação e complexidade que um minucioso trabalho artesanal consegue atingir” explica Luiza Soares, que comanda a nova casa.

Nesse contexto, uma gama maior de produtos estará disponível com o objetivo de ofertar alternativas excepcionais para uma grande variedade de demandas que vão desde um enxoval de jantar completo a um presente importante.

“Encontramos a síntese de muitas de nossas projeções em uma casa histórica tombada pelo patrimônio cultural de Belo Horizonte, localizada nos arredores da Praça da Liberdade e escondida por um muro. Os traços marcantes da arquitetura moderna não mais passam despercebidos pelas pessoas desde que removemos o muro, em um gesto simbólico do convite ao olhar que caracteriza o Ateliê” conta Daniel Romeiro.

A nova casa é resultado da necessidade de aproximação entre o trabalho desenvolvido pelo Ateliê e um contexto de maior reverberação e visibilidade.  “Por muitos meses buscamos um local capaz de comunicar valores que compõem a marca e que caracterizam nosso espaço de apresentação anterior, como a sinergia com a natureza através das plantas e dos materiais construtivos, o vocabulário arquitetônico focado em conforto, amplitude e permeabilidade, e a familiaridade e gentileza de uma pequena empresa familiar” conta Daniel.

O novo Ateliê de Cerâmica já está aberto ao público.

 

Serviço

Exposição Cerâmica Utilitária: Objetos e Histórias

Data: 11/10 à 30/12

Local: O Ateliê de Cerâmica

Av. Bias Fortes, 225

ligações e WhatsApp: (31) 33983733.

contato@oateliedeceramica.com

Funcionamento:

Seg-sex: 10h às 18h

Sábados: 10h às 13h

oateliedeceramica.com

 

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments