terça-feira, julho 23, 2024
HomeEntretenimentoMadame Geneva: novo espaço em BH reúne drinks autorais, história e cultura

Madame Geneva: novo espaço em BH reúne drinks autorais, história e cultura

O nome singular já entrega. Madame Geneva não é apenas mais um bar da capital mineira. Recém inaugurado, é cenográfico e aconchegante. “É um local com narrativa histórica, em um ambiente que conjuga o retrô com o contemporâneo. O espaço em si é uma experiência à parte” explica Isabel Leite, idealizadora.

A grande surpresa é um pequeno teatro nos fundos, que permite várias formas de uso – de festas particulares à shows cênicos. Um palco onde tudo pode acontecer. Vale destacar também o teto retrátil que permite que os clientes curtam uma noite estrelada. Cristiano Sá Motta é o arquiteto que assina o projeto.

Por lá, uma carta de drinks autorais desenvolvida com exclusividade pela mixologista Jezebel.  Entre as criações: Perspicaz (rum, limão, geléia de jabuticaba, espumante, soda hibisco, espuma de jabuticaba – R$38,00), Sedutora (vodka, xarope de maçã verde, limão, coentro – R$ 35,00), Solta na Vida (beefeater gin, ramazotti, limão, xarope de figo com flor de sal, espumante – R$ 42,00) e Voluptuosa (beefeater gin, xarope de beterraba, vinho rosé, frutas vermelhas, baunilha – R$38,00).

Um detalhe charmoso, uma sessão da carta é feita com drinks assinados por outros bartenders da cidade, como Jocássia Coelho (Ofélia), Thiago Ceccotti (Bar Palito) e Felipe Brasil (Olga Nur). A casa conta ainda com vinhos próprio.

Para acompanhar, comidinhas para compartilhar. Entre as opções, Coxinha de Rabada (R$34,00), Pastel de Camarão (R$34,00) e Berinjela Espalmada com Caramelo Salgado e Creme Azedo de Castanha de Caju (R$39,00).

Madame Geneva, por hora, funciona de quinta a sábado. Toda semana há uma programação musical com DJs. A ideia e implementar uma programação intensa e diversa, que vai além da música. “Queremos dar espaço para artistas iniciantes, tanto nas artes cênicas, quanto nas artes plásticas” conta Bel.

Quem é Madame Geneva?

Madame Geneva é a “deusa” britânica do gin. A origem do nome remete ao francês genévrier, que significa zimbro, elemento fundamental para a elaboração do destilado.

Chama a atenção a ausência de imagens desta personagem, embora ela tenha sido muito popular no século XVIII. “Desta forma, nosso objetivo é criar uma, ou várias Madames Genevas, que se encaixem no estado de espírito de cada pessoa” explica Isabel, que tem pós doutorado em história.

Muitos poemas foram escritos sob sua inspiração e peças de teatro. Seu funeral foi reencenado outras tantas vezes. Mark Forsyth, em seu livro Uma breve história da bebedeira (2018) assim descreve a personagem:

Madame Geneva era uma socialite e uma heroína feminista “tida em alta conta por aquelas de seu próprio sexo, até as de primeira qualidade, sendo admitida em maior parte dos aposentos privados e sempre disponível para dar alívio a muitas decepções e aflições infelizmente tão incidente na parte mais frágil da Criação (ou seja, as mulheres).

Datado de 1736, A vida da mãe-gim, contendo uma verdadeira e fiel conduta com a política, a descreve como uma deusa “de berço vil, de modo que era sempre repreendida por aqueles que não eram seus amigos, por ter sido encontrada na estrumeira, expressão usada para denotar pessoa de baixo nível de sua família”.

“A Madame Geneva, tem sua história vinculada à solidariedade e aos prazeres. Tudo o que pretendemos oferecer aqui”, finaliza Isabel.

Serviço

Madame Geneva

Rua Luís Soares da Rocha 21ª – Luxemburgo

https://www.instagram.com/madamegeneva_bh

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments