Home Entretenimento Instituto Cervantes de Belo Horizonte recebe escritores internacionais, a partir de...

Instituto Cervantes de Belo Horizonte recebe escritores internacionais, a partir de 23 de maio

0
36

Gabriela Wiener – Foto Mordziski.

O quadrinista Ángel de la Calle e a escritora peruana Gabriela Wiener integram bate-papos no local

 

O Instituto Cervantes é palco de encontros internacionais no mês de maio, integrando importantes eventos culturais em Belo Horizonte. O local recebe o escritor espanhol Ángel de la Calle, como parte da programação da FIQ BH – Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte, no dia 23 de maio, e a escritora peruana Gabriela Wiener, no dia 26 de maio, integrando a programação do Encontro Latinoamericano de Teatro (ELA).

 

No primeiro encontro, Ángel de la Calle conversa sobre seu livro “A mão de Deus – Uma biografia de Hugo Pratt”, a ser lançado no Brasil pela editora Trem Fantasma. Publicado originalmente em 2018 na Espanha, a obra explora a vida de Hugo Pratt, grande nome da história em quadrinhos, criador do famoso personagem Corto Maltese. Na ocasião, o autor conversa com Gabriel Nascimento, diretor artístico do FIQ, que assina o posfácio do livro, explorando os detalhes e inspirações por trás da obra.

 

De Salamanca, Ángel de la Calle produz quadrinhos desde 1979, publicando em revistas históricas como a El Víbora, a Comix Internacional e a Heavy Metal. No Brasil é conhecido por “Pinturas de Guerra”, vencedor de Melhor História em Quadrinhos no Salón del Comic de Barcelona, e “Modotti – Uma Mulher do Século Vinte”, no qual trabalhou durante 15 anos e recebeu indicações de Melhor Obra e Melhor Roteiro, também no Salón.

 

Já no dia 26 de maio, a autora Gabriela Wiener estará presente para a mesa “Escrituras do Corpo” com Idylla Silmarovi, artista da cena e pesquisadora, e Soraya Martins, atriz, pesquisadora e curadora de teatros. Gabriela Wiener, nascida em Lima, Peru, é escritora, poeta, jornalista e ensaísta, considerada um dos grandes nomes da atual produção em espanhol.

 

A discussão parte da necessidade de recuperar o corpo como o centro da escritura, tradicionalmente associada ao campo estritamente intelectual. O tema busca explorar a dimensão colonial envolvida e o corpo como peça fundamental para recuperar a memória dessas injustiças e sofrimentos.

 

A discussão se conecta com o livro “Exploração”, de Gabriela Wiener, que será lançado no Encontro, dia 24 de maio. Na obra, a autora enfrenta o passado familiar e colonial, enquanto investiga sua linhagem. Explorando temas como amor, desejo e racismo, “Exploração” mistura assuntos pessoais e históricos, passado e presente. Um dos fios é a história de Charles Wiener, suposto tataravô de Gabriela e explorador responsável por deixar um rastro de violência e pilhagem no Peru.

 

SERVIÇO

Instituto Cervantes recebe Ángel de la Calle

Data: quinta-feira, 23 de maio

Horário: 19h

 

Instituto Cervantes recebe Gabriela Wiener

Data: domingo, 26 de maio

Horário: 11h

 

Local: Instituto Cervantes de BH

Rua dos Inconfidentes, 600 – Savassi

 

Mais informações: https://www.instagram.com/institutocervantesbh/

https://www.instagram.com/latinoamericanoencontro/

https://www.instagram.com/fiqbh/

Previous articleQual a relação do emagrecimento com a qualidade de sono?
Next articleSobremesas para adulto
Redação Viraliza BH
Felipe de Jesus é Jornalista pela Faculdade Estácio de Sá/BH | Advogado pela UNIESP e Pós-Graduado em Direito Empresarial e Direito Público e Licitatório pela Faculdade Focus. É Economista pela UNIP/SP | Teólogo pela ESABI | Sociólogo pela Universidade Polis das Artes/SP | Técnico em Publicidade pela IPED/SP | Perito & Assistente Judicial Trabalhista - Contábil/Imobiliário pela 'Faculdade Beta Perícias & Pós-Graduação Jurídica' | Mestre em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação pela UEMC. Atualmente cursa o Bacharelado em Farmácia/Ciências Médicas pela UniFECAF/SP.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here