domingo, fevereiro 25, 2024
HomeNoticiasCulturaGrupo Galpão apresenta "De Tempo Somos" de graça em praça do Barreiro,...

Grupo Galpão apresenta “De Tempo Somos” de graça em praça do Barreiro, no dia 11 de setembro, às 18h

Data: 11 de setembro de 2022 (domingo) - Horário: 18h Local: Praça José Verano (Praça da Febem) – Barreiro Av. Olinto Meireles, s/n – Barreiro de Cima Evento aberto e gratuito Classificação Livre www.grupogalpao.com.br

O Grupo Galpão, que este ano celebra seus 40 anos, volta às ruas de Belo Horizonte, no dia 11 de setembro, às 18h, na Praça José Verano (Praça da Febem), no Barreiro, com “De Tempos Somos – um sarau do Grupo Galpão”, espetáculo que estreou em 2014 e é apresentado como um sarau de músicas e poesias, com direção das atrizes Lydia Del Picchia e Simone Ordones. O projeto reúne 25 canções do repertório do Grupo, além de apresentar textos sobre a passagem do tempo e o processo de criação artística. A apresentação é gratuita. Até o fim do ano, outras praças da cidade também receberão o Grupo Galpão.

A apresentação é realizada por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura com o patrocínio máster do Instituto Cultural Vale, apoio do Banco BV e AngloGold Ashanti e por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura com o patrocínio da Cemig, é realizada também pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte por meio da Fundação Municipal de Cultura como parte do Circuito Municipal de Cultura e pelo Governo Federal.

“De Tempo Somos é um espetáculo que nos desafia enquanto atores e nos proporciona uma relação muito direta com o público: uma abordagem diferente dos textos e, principalmente, das músicas, que já fazem parte do imaginário das pessoas que acompanham o Galpão nesses 40 anos – não é por acaso que algumas das canções são dedicadas a elas. Como é bom poder retornar a esse espetáculo, ter a plateia cantando conosco, e perceber que a história do Grupo se renova e se fortalece”, destaca Lydia Del Picchia, uma das diretoras do espetáculo.

Com direção musical e arranjos de Luiz Rocha, os atores cantam e executam, ao vivo, 25 canções de trabalhos mais antigos como “Corra enquanto é tempo” (1988) e “Álbum de Família” (1990); passando também por “Romeu e Julieta” (1992), “Um Moliére Imaginário” (1997) e “Partido” (1999), chegando até a espetáculos mais recentes como “Tio Vânia” e “Eclipse” (ambos de 2011), além de músicas que surgiram em workshops internos e que chegam a público pela primeira vez. “A cantoria é a celebração do encontro, da festa, da disposição para seguir em frente (apesar de tudo que nos faz pender para o chão!), do espírito libertário e contestador inerente a toda reunião festiva”, explica Lydia Del Picchia.

Segundo Simone Ordones, atriz e também diretora do espetáculo, várias músicas que marcaram o repertório de espetáculos do grupo são revisitadas e recontextualizadas: “o foco desse sarau não é ser nostálgico, mas visar o futuro, o que está por vir; celebrar o que foi feito para apontar possíveis caminhos para o futuro”, explica.

“Estamos celebrando nossos 40 anos de existência e, também, o retorno do teatro presencial, cara a cara com o público. Que bom! ‘De Tempo Somos’ é o espetáculo do Grupo Galpão em repertório que mais possibilita o nosso encontro como artistas onde o público está. A montagem é versátil e já coube em vários espaços diferentes: teatros, salas de eventos, saguão de cinema, coreto de praças, ruas, lonas de circo. Nesses encontros, coisas maravilhosas acontecem: olhos brilhando, lágrimas, gargalhadas… O público se vê refletido em nós; e nós, neles. Estamos em festa, viva o teatro! Viva o público brasileiro!”, completa Simone Ordones.

Ficha Técnica

ELENCO

Antonio EdsonBeto FrancoEduardo MoreiraFernanda ViannaLydia Del PicchiaLuiz Rocha (ator convidado)Júlio MacielPaulo AndréSimone Ordones.

*Inês Peixoto (atriz curinga)

 

EQUIPE DE CRIAÇÃO

DIREÇÃO: Lydia Del Picchia e Simone Ordones

DIREÇÃO MUSICAL, ARRANJOS e TRILHA SONORA: Luiz Rocha

PESQUISA DE TEXTO: Eduardo Moreira

FIGURINO: Paulo André

PREPARAÇÃO VOCAL: Babaya

PREPARAÇÃO CORPORAL: Fernanda Vianna

ILUMINAÇÃO: Rodrigo Marçal

DESIGN SONORO: Vinícius Alves

AULAS DE PERCUSSÃO: Sérgio Silva

ASSESSORIA NA CENA “A CARTEIRA”: Diego Bagagal

ASSESSORIA DE ILUMINAÇÃO: Chico Pelúcio

REVISÃO DE TEXTOS: Arildo de Barros

VOZ EM OFF: Teuda Bara

Arranjos baseados em arranjos originais de Babaya, Ernani Maletta e Fernando Muzzi, do repertório musical do Grupo Galpão. 

Fragmentos de textos: Eduardo Galeano, Charles Baudelaire, Olga Knipper, Jack Kerouak, Nelson Rodrigues, Anton Tchékhov, José Saramago, Paulo Leminski e Calderón de La Barca.

MÚSICAS DO ESPETÁCULO

Lua (A Rua da Amargura – 1994)

Autor: Mabel Velloso e Roberto Mendes

A Viagem (Partido – 1999)

Canção oriental

Sobre arranjo original de Ernani Maletta

             

Serra da Boa Esperança (Pequenos Milagres – 2007)

Autor: Lamartine Babo

Por Más que Mires el Rio (Um Homem é um Homem – 2005)

Autor: Simone Ordones

Vem te encontrar (Partido – 1999) 

Canção oriental

Arranjo original de Ernani Maletta

Canção dos atores (Um Molière Imaginário – 1997) 

Autor: Fernando Muzzi e Cacá Brandão

Sobre arranjo original de Fernando Muzzi e Ernani Maletta

Taina (Eclipse – 2011) 

Canção tradicional russa

Sobre arranjo original de Ernani Maletta

 

La Gran Tirana (Um Molière Imaginário – 1997)

Autor: C. Curet Alonso

Alabama Song (Um Homem é um Homem – 2005)

Autor: Kurt Weil

Boneca Cobiçada (Corra enquanto é tempo – 1988)

Autor: Biá e Bolinha

Rock dos médicos (Um Molière Imaginário – 1997) 

Autor: Fernando Muzzi

Arranjo original de Fernando Muzzi e Ernani Maletta

O Sole Mio (A comédia da esposa muda – 1986)

Canção tradicional italiana

Não se iluda (O inspetor geral – 2003) 

Canção tradicional russa 

Sobre arranjo original de Ernani Maletta

Despedida da Ama (Partido – 1999) 

Canção oriental

Sobre arranjo original de Ernani Maletta

Tema de Pamela (Partido – 1999) 

Canção oriental 

Sobre arranjo original de Ernani Maletta

Maninha (Romeu e Julieta – 1992)

Folclore

A última estrofe (Romeu e Julieta – 1992) 

Autor: Cândido das Neves

Sobre arranjo original de Fernando Muzzi e Babaya

Lua Branca (Romeu e Julieta -1992)

Autor: Chiquinha Gonzaga

Nas ondas do Danúbio (Romeu e Julieta -1992)

Autor: Ivan Ivanovitch

Cinzas no Coração (Album de Família – 1990 / Romeu e Julieta – 1992) 

Autor: André Filho

Sobre arranjo original de Fernando Muzzi e Babaya

Flor, minha flor (Romeu e Julieta – 1992) 

Folclore

Sobre arranjo original de Fernando Muzzi e Babaya

É a ti flor do céu (Romeu e Julieta – 1992) 

Autor: Teotônio Pereira e Modesto A. Ferreira

Sobre arranjo original de Fernando Muzzi e Babaya

Amo-te muito (Romeu e Julieta – 1992) 

Autor: João Chaves

Sobre arranjo original de Fernando Muzzi e Babaya

Panis et Circenses (Workshop com diretor Paulo José – 2002) 

Autor: Caetano Veloso e Gilberto Gil

Sobre arranjo original de Ernani Maletta

Yo vengo a ofrecer mi corazón (Tio Vânia – aos que vierem depois de nós – 2011)

Autor: Fito Páez

GRUPO GALPÃO

ATORES 

Antonio Edson – Arildo de Barros – Beto Franco – Chico Pelúcio – Eduardo Moreira – Fernanda Vianna – Inês Peixoto – Júlio Maciel – Lydia Del Picchia – Paulo André – Simone Ordones – Teuda Bara


EQUIPE 

CONSELHO EXECUTIVO

Beto Franco, Eduardo Moreira, Fernando Lara, Gilma Oliveira e Lydia Del Picchia

Gerente Executivo – Fernando Lara

Coordenadora de Produção – Gilma Oliveira

Coordenador de Comunicação – Fernando Dornas

Coordenadora Administrativa – Wanilda D’Artagnan

Coordenadora de Planejamento – Alba Martinez

Coordenador Técnico e Técnico de Luz – Rodrigo Marçal

Produtora Executiva – Beatriz Radicchi

Técnico de som – Fábio Santos

Assistente de Planejamento – Júlia Castro

Assistente de Comunicação – Izabella Bontempo

Assistente Técnico – William Telles

Assistente de Produção – Cleo Magalhães

Assistente Financeiro – Cláudio Augusto

Assessor Contábil – Wellington D’Artagnan

Serviços Gerais – Danielle Rodrigues

Comunicação on-line – Letícia Leiva e Matheus Carvalho

Assessoria de Imprensa – Polliane Eliziário (Personal Press)

Design Gráfico – Filipe Lampejo, Paulo Mendonça e Rita Davis

Gestor Financeiro de Projetos – Artmanagers

SOBRE O GRUPO GALPÃO

Criado em 1982, o Grupo Galpão tem sua origem ligada à tradição do teatro popular e de rua. Há 40 anos desenvolve um teatro que alia rigor, pesquisa e busca de linguagem, com montagem de peças que possuem grande poder de comunicação com o público. Formado por atores que trabalham e trabalharam com diferentes diretores convidados – como Gabriel Villela, Cacá Carvalho, Paulo José, Yara de Novaes e Marcio Abreu (além dos próprios integrantes que também já dirigiram espetáculos do Grupo) – o Galpão formou sua linguagem artística a partir desses encontros diversos, criando um teatro que dialoga com o popular e o erudito, a tradição e a contemporaneidade, o teatro de rua e o palco, o universal e o regional brasileiro.

Galpão em números

Fundação: novembro de 1982

25 espetáculos

aproximadamente 1.800.000 espectadores

100 prêmios brasileiros

+ de 3.000 apresentações em + de 270 cidades

Apresentações em 19 países diferentes

48 festivais internacionais

75 festivais nacionais

Lei Federal de Incentivo à Cultura e Lei Estadual de Incentivo à Cultura | Patrocínio Máster: Instituto Cultural Vale | Patrocínio: Cemig | Apoio: banco BV, AngloGold Ashanti | Realização: Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, Fundação Municipal de Cultura, Circuito Municipal de Cultura, Secretaria Especial de Cultura e Ministério do Turismo.

CONFIRA A AGENDA DO GRUPO GALPÃO EM SETEMBRO PARA BELO HORIZONTE 

11 de setembro, domingo, às 18h

Praça José Verano (Praça da Febem) – Barreiro 

Apresentação gratuita

De Tempo Somos – um sarau do Grupo Galpão

Direção: Lydia Del Picchia e Simone Ordones

Estreia: 2014

Duração: 70 minutos | Gênero: sarau literário musical | Classificação: livre

20 a 22 de setembro, terça a quinta-feira, às 20h

Teatro do Centro Cultural Unimed-BH Minas 

Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), na bilheteria do teatro ou pelo site: www.eventim.com.br

“Till, a saga de um herói torto”

Direção: Júlio Maciel

Estreia: 2009

Duração: 90 minutos | Gênero: tragicomédia | Classificação: livre

De 28 a 30 de setembro,  quarta a sexta-feira, às 20h

Teatro do Centro Cultural Unimed-BH Minas 

Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), na bilheteria do teatro ou pelo site: www.eventim.com.br

NÓS

Direção: Marcio Abreu
Estreia: 2016

Duração: 90 minutos | Classificação indicativa: 16 anos | Gênero: teatro contemporâneo

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments