quinta-feira, junho 20, 2024
HomeEntretenimento23/5 - Flor Grassi lança EP “Novelo” com participações de nomes como...

23/5 – Flor Grassi lança EP “Novelo” com participações de nomes como Juarez Moreira, Dan Oliveira e Marcos Frederico

Do choro ao samba jazz, lançamento celebra clássicos da música brasileira

A cantora e compositora carioca, residente em Belo Horizonte, Flor Grassi, lança no dia 23 de maio o EP “Novelo”, com produção do selo Música aos Montes. O trabalho traz um ar nostálgico, fruto da identidade da artista que celebra clássicos da música popular brasileira. Do chorinho ao samba jazz, o lançamento brinca com arranjos instrumentais e vocais, que ressaltam a voz potente da cantora, e reverencia ícones, como Elis Regina e Chico Buarque.

 

A artista, que morou no exterior de 2020 a 2023, comenta sobre o significado do trabalho: “Eu tinha muita saudade do Brasil, esse EP simboliza esse momento de volta e o meu amor pela cultura daqui. Enquanto eu morava fora, queria muito voltar pra poder fazer música brasileira, com músicos brasileiros e, agora, ‘Novelo’ vem para realizar esse sonho, que o Música aos Montes abraçou”.

 

O EP é resultado de um trabalho coletivo, parte do propósito do selo localizado entre os mares de morros de Belo Horizonte. “Novelo” traz composições de Flor e colaborações com outros artistas, como Dan Oliveira, Lido Loschi, Luiz Henrique Garcia, Davi Leão e Diogo Lucrécio. Outros músicos renomados da capital mineira participaram das gravações, como o violonista Juarez Moreira, o bandolinista Marcos Frederico e Cícero Lucas, percussionista e ator, uma das estrelas de “Marte Um”.

 

Este é o primeiro EP da cantora, que estreou na carreira autoral em 2023, com o single “Saudade Invade”, uma bossa nova que mistura o clássico ao contemporâneo, agora já com mais de 250 mil plays no Spotify. No mesmo ano, Flor lançou “Dia Dourado”, que compõe o EP. O choro gravado em tomada única, sem cortes, ressalta a espontaneidade e improvisação natas do estilo musical.

 

SOBRE FLOR GRASSI

 

Da bossa nova ao tropicalismo, coleciona referências como Elis Regina e Caetano Veloso. Filha do diretor de cinema Tiago Arakilian e neta do ator Antonio Grassi, teve a arte misturada à vida desde o princípio. Apesar de muito nova, aos 18 anos de idade, Flor expõe muita maturidade artística – perceptível na voz firme e encorpada que vem encantando o público belo-horizontino.

 

Em Belo Horizonte, onde reside hoje em dia e também morou de 2015 a 2020, realizou cursos e oficinas no Grupo Galpão e no Grupo Corpo, grupos mineiros mundialmente reconhecidos no teatro e na dança, respectivamente. A rica trajetória e formação artística ajudaram-na a criar clara familiaridade e liberdade nos palcos. Flor Grassi também fez teatro musical na PPAS – Professional Performing Arts, ensino médio profissionalizante de Nova Iorque.

 

FAIXA A FAIXA

 

Novelo

A composição de Dan Oliveira e Lido Loschi contou com a participação do grande violonista Juarez Moreira na gravação, que se deixa atravessar por respirações, ranhuras no violão, entre outros elementos sonoros naturais do ao vivo. Destaca-se pela delicadeza e descreve o processo de escrever canções a partir da metáfora do bordado.

 

Evinha

Parceria com os músicos locais Cruvinel, Davi Leão e Dan Oliveira, a música celebra o trabalho de grandes intérpretes brasileiras, principalmente Elis Regina. Na canção, a cantora também descreve a angústia da espera por alguém, transitando pelo samba jazz.

 

Dia dourado

Lançada em agosto de 2023, a música já chega a mais de 140 mil plays no Spotify. Ela compõe o atual EP e traz em peso a sonoridade do choro. Sem cortes e quaisquer elementos eletrônicos, a produção ressalta a espontaneidade e improvisação natas do estilo musical.

Traz influências que atravessam a vida de Flor, desde a infância. O pai, Tiago Arakilian, diretor de cinema e também músico, durante a juventude, possuía uma banda de chorinho. O gênero aparece em peso na canção, que já foi lançada como single em 2023.

 

Tela

Parceria com o multi-instrumentista, cantor e compositor Davi Leão, a música versa sobre as artes visuais, de forma metafórica. Flor possui grande apreço pela área, um pouco por influência da avó, Elizabete Arakilian, que é artista plástica.

 

Todos os versos

Feita a partir de uma melodia no violão, criada por Dan Oliveira, a composição foi feita ao lado de Diogo Lucrécio, outro músico de Belo Horizonte. Apesar da ligação de Diogo com o rock, a música parte da MPB clássica, remetendo principalmente a Chico Buarque, e traz até influências do flamenco.

 

Brasil que cai no samba

A letra foi composta por Luiz Henrique Garcia no período da Operação Lava Jato e busca recuperar o otimismo e o samba exaltação do Brasil, em um momento de fortes desarranjos políticos e sociais. O arranjo contou com Dan Oliveira e Cícero Lucas, percussionista e ator, protagonista em “Marte Um”.

 

SOBRE O MÚSICA AOS MONTES

 

Fundado por Carol Figueiredo em parceria com Dan Oliveira, um dos grandes objetivos do selo é lapidar a musicalidade de artistas e prepará-los para o mercado, oferecendo suporte da composição à divulgação. Localizado em Belo Horizonte, aquece a cena nacional, impulsionando carreiras a partir de um trabalho amplo, que auxilia os músicos a consolidarem uma identidade forte e única em um espaço colaborativo, de troca entre os integrantes.

 

Dan Oliveira formou-se em violão erudito pelo Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandez e violão popular pela Bituca, onde estudou violão com Gilvan de Oliveira e harmonia/arranjo com Ian Guest. Recebeu reconhecimentos como o Prêmio Jovem Instrumentista BDMG em 2012. Como cantor e violonista, gravou os DVDs “Lua Clareou (2015)” com Saulo Laranjeira e “Tênis + Clube ao Vivo no Circo Voador (2019)” com Lô Borges. Dividiu palcos com grandes nomes, como Vander Lee e Cláudio Venturini.

 

Carol Figueiredo estudou música no Souza Lima & Berklee. Lá, conviveu com grandes nomes da música como Roberto Menescal, Sizão Machado (baixista do Djavan e da Elis Regina), e André Marques (atual pianista do Hermeto Pascoal). Como cantora de Jazz e MPB, produziu dois discos, chamados “Jazz com Tutu” (2007) e Autoral (2007). Colhendo os frutos do álbum “Jazz com Tutu”, apresentou-se no Savassi Jazz Festival Novos Talentos do mesmo ano. Hoje, atua como diretora executiva do selo, manager e atua na produção de shows e festivais.

 

Instagram YouTube | Facebook

 

SERVIÇO

Lançamento EP “Novelo”

Quinta-feira (23 de maio)

Em todas as plataformas digitais

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments