sábado, maio 18, 2024
HomeNoticiasCultura15/10 - ​“Lacan na Academia – Conversando com a Literatura” realiza encontro...

15/10 – ​“Lacan na Academia – Conversando com a Literatura” realiza encontro com ​Jacyntho Lins Brandão sobre poesia e tradução

O programa “Lacan na Academia – Conversando com a Literatura”, parceria da Academia Mineira de Letras com a Escola Brasileira de Psicanálise (EBP-MG)vem realizando importantes conversas sobre “Poesia e Tradução”. A próxima edição acontece em 15 de outubro, às 10h, e conta com a presença do professor, escritor e tradutor Jacyntho Lins Brandão. O evento, que será transmitido ao vivo pelo YouTube da AML, também terá a participação das psicanalistas Lucíola Macêdo (coordenação e curadoria), Cristiane Grillo e Fernanda Costa.

O evento acontece no âmbito do Plano Anual de Manutenção AML (PRONAC 203709), realizado mediante a Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Instituto Unimed-BH – por meio do incentivo fiscal de mais de cinco mil e duzentos médicos cooperados e colaboradores – e da CEMIG. Copatrocínio da Tambasa.

O encontro dá continuidade ao diálogo com a poesia, enfatizando as relações entre poesia e tradução. Dessa vez, algumas perguntas serão respondidas por Jacyntho Lins Brandão como: haveria o intraduzível em poesia? Como traduzir expressões, sentimentos, ou o que ressoa num verso quando este transmite algo peculiar a um idioma, tempo ou lugar?

Além disso, o bate-papo aborda os recursos dos quais o tradutor de poesia – entre técnica, interpretação e invenção – se serve para transmitir, na passagem de uma língua a outra, a densidade afetiva e intelectual, a paisagem e a atmosfera do poema originalmente escrito. Afinal, o que se cria e o que se perde nessa passagem? Como não obturar, na tradução, o vazio a partir de onde se costura o poema?

O público também vai conferir como o poeta-tradutor é capaz de conferir legibilidade, na tradução, ao que resiste a ela e como o trabalho do tradutor se enlaça ao do poeta, quando se trata de alcançar, na tradução, o mais vivo da experiência poética.

O programa Lacan na Academia – Conversando com a Literatura propõe as interseções entre a literatura e a psicanálise e é realizado desde 2018, com diversos convidados.

Sobre os palestrantes:

Jacyntho Lins Brandão é professor titular de Língua e Literatura Grega da Faculdade de Letras da UFMG, onde também já atuou como vice-reitor e ex-diretor. Doutor em Letras Clássicas pela USP, é sócio fundador e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos. Escreveu diversos livros, entre eles, “A poética do hipocentauro: literatura, sociedade e discurso ficcional em Luciano de Samósata” (Ed. UFMG, 2001); “A invenção do romance” (Ed. UnB, 2005); “Luciano de Samósata: como se deve escrever a história” (Ed. Tessitura, 2009); “Antiga Musa: arqueologia da ficção” (Editora Relicário, 2015); e “Em nome da (in)diferença: o mito grego e os apologistas cristãos do segundo século” (Ed. Unicamp, 2014); Ele que o abismo viu: Epopeia de Gilgámesh (Ed. Autêntica, 2021); Mais (Um) nada (Ed. Quixote + Do, 2020).

Lucíola Macêdo é psicanalista, Membro da Escola Brasileira de Psicanálise e da Associação Mundial de Psicanálise, Pós-doutorado em Psicanálise e Sociedade (PUC-MG), Doutorado em Psicanálise (UFMG), Curadora do “Lacan na Academia”.

Cristiane Grillo é psicanalista, professora titular da Faculdade de Medicina da UFMG. Residente do Instituto de Estudos Avançados e Transdisciplinares da UFMG.

Fernanda Costa é psicanalista, Membro da Escola Brasileira de Psicanálise e da Associação Mundial de Psicanálise, Mestrado em Psicanálise (UFMG).

SERVIÇO:

Palestra “Lacan na Academia – Conversando com a Literatura – Poesia e Tradução – um encontro com Jacyntho Lins Brandão” – com Jacyntho Lins Brandão, Lucíola Macêdo (coordenação e curadoria), Cristiane Grillo e Fernanda Costa.

Data: dia 15 de outubro, às 10h.

Acesso: Youtube.com/c/AcademiaMineiraDeLetras

 

Instituto Unimed-BH

Associação sem fins lucrativos, o Instituto Unimed-BH, desde 2003, desenvolve projetos socioculturais e ambientais visando à formação da cidadania, estimular o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, fomentar a economia criativa, valorizar espaços públicos e o meio ambiente. Ao longo de sua história, o Instituto destinou cerca de R$155 milhões por meio das Leis municipal e federal de Incentivo à Cultura, fundos do Idoso e da Infância e Adolescência, com o apoio de mais de 5,2 mil médicos cooperados e colaboradores da Unimed-BH. No último ano, mais de 6,5 mil postos de trabalho foram gerados e 4,8 milhões de pessoas foram alcançadas por meio de projetos em cinco linhas de atuação: Comunidade, Voluntariado, Meio Ambiente, Adoção de Espaços Públicos e Cultura, que estão alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030. Acesse www.institutounimedbh.com.br  e saiba mais.

 

Cemig

De onde vem a nossa força?

 A Cemig, maior patrocinadora cultural de Minas Gerais, acredita na importância e na valorização da arte e da cultura para o desenvolvimento humano, econômico e social de uma população como possibilidade do alcance de um futuro melhor para as novas gerações.

 A preocupação da empresa em promover a socialização e a democratização do acesso aos bens culturais do estado se baseia principalmente no compromisso da Cemig com a transformação social e inclusão, uma oportunidade de dialogar e trazer melhorias para a comunidade.

 Nossa força também vem da cultura. Saiba mais em www.cemig.com.br

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments