domingo, fevereiro 25, 2024
HomeNoticiasGeraisSummit lota Teatro Feluma e reúne autoridades da política, saúde e economia

Summit lota Teatro Feluma e reúne autoridades da política, saúde e economia

Invision Healthtech vence Feluma Challenge com o projeto para solução de mapa cirúrgico e leva prêmio de R$10 mil

Nesta quinta-feira (5), cerca de 400 participantes lotaram o Teatro Feluma para a 1ª edição do Feluma Summit, uma iniciativa do Instituto de Inovação e Tecnologia da Fundação Educacional Lucas Machado (Feluma). A abertura do evento contou com a presença do governador do Estado de Minas Gerais, Romeu Zema, o presidente da Feluma, Dr. Wagner Eduardo Ferreira, o diretor-presidente da Invest Minas, João P. Braga, o diretor-geral da Feluma, Flávio Amaral, o diretor da Faculdade Ciências Médicas, José Celso Guerra e o Secretário Municipal de Saúde de Belo Horizonte, Danilo Borges Matias. Palestras e painéis foram apresentados por grandes lideranças da economia e da saúde do país como o diretor executivo da Eurofarma, Walker Lahmann, o diretor-presidente da Unimed-BH, Frederico Peret e o vice-presidente do BDMG, Antônio Claret.

Fruto da parceria entre a Feluma e a Invest Minas, o evento foi uma grande oportunidade para inovadores e empreendedores fomentarem o ecossistema de negócios no Estado. “Tivemos um ótimo retorno sobre esta primeira edição e, com certeza, teremos o Feluma Summit 2024 conectando a economia, a saúde e a tecnologia cada vez mais”, afirma o presidente da Feluma, Dr. Wagner Eduardo Ferreira.

Feluma Challenge 

Um problema real e um desafio na disputa pelo prêmio de R$10 mil, esse foi o cenário do Feluma Challenge. Startups se inscreveram para pensar numa solução inédita para melhorar a gestão da eficiência do mapa cirúrgico, com o objetivo de eliminar atrasos, cancelamentos e permitir atender às demandas de procedimentos de urgência. Quem venceu o desafio foi a Invision Healthtech, com o Invision Tracker, um rastreador de pessoas, instrumentos, equipamentos e o que mais tiver necessidade de rastreabilidade de dados.

A tecnologia apresentada monitora cada etapa do processo hospitalar, desde o agendamento de uma cirurgia até à recuperação do paciente. São colocados sensores de monitoramento (beacons) que enviam um banco de dados para um software, o transformando em indicadores relevantes como taxa de ocupação, taxa de ociosidade, tempo da cirurgia por especificidade, por cirurgião, quanto tempo gasto no preparo do bloco etc.

De acordo com a head de negócios da Invision Healthtech, Pamella Campos, o grande ganho em usar essa tecnologia é tirar os dados do preenchimento manual. “O dado entra de forma automática por sensores com o uso de pulseiras de beacons colocadas nos pacientes, na equipe, até nos carrinhos da limpeza ou instrumentos. Assim, é possível mapear o tempo levado em cada processo, identificar os gargalos e criar mapas cirúrgicos com logísticas mais precisas”, explica ela.

Crédito das fotos: Vini Andrade

Leo Junior
Leo Juniorhttps://viralizabh.com.br
Bacharel em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário UNA, graduado em Marketing pela Unopar e pós graduado em Marketing e Negócios Locais e com MBA em Marketing Estratégico Digital, é um apaixonado por futebol e comunicação além de ser Jornalista certificado pelo Ministério do Trabalho.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Dê sua sugestão!spot_img

Most Popular

Recent Comments